Me reconciliando com os filósofos gregos

Li uns diálogos de Sócrates ontem e fiquei….omgmememi

Ele é incrível. Depois fui ler um livro que falava sobre amor que dizia basicamente isso:

livroamorli

E decidi voltar a ler Sócrates e Platão do que ouvir conselhos da princesa Aurora….Então, no momento eu retirei a parte de Filosofia do site, pois to reeditando alguns textos.

 

Anúncios

O amor brilha mais no escuro

Mensagem de reflexão sobre o amor, contada no desenho “Avatar: A lenda de Aang”

Essa frase é lida pela personagem Katara no desenho “Avatar: a lenda de Aang”, num episódio que passa a mensagem de que somente quem acredita no amor é capaz de atravessar um labirinto de escuridão, e encontrar a saída. Mas essa frase tem um significado além da mensagem do desenho.

Quando estamos num momento ruim em nossas vidas, num labirinto de escuridão, quem fica ao nosso lado e nos ajudam, são as pessoas que nos amam, e conseguimos perceber onde está o amor, e saímos dessa situação ruim, através do amor de quem está conosco.

O episódio que conta essa história é “A caverna dos dois amantes”, capítulo 2  da segunda temporada (livro Terra), assista, vale a pena.

caverna1
Aang e Katara, nesse episódio

Veja mais textos de reflexão clicando aqui.

Sócrates, Platão e Aristóteles… esse trio me dá trabalho e me tira do sério…

pacienciameme

Afirmar ou chegar a alguma conclusão sobre esses 3 filósofos é algo muito difícil de fazer, pois é um disse que me disse enorme, e to ficando sem paciência.

A partir de agora vou usar a risca a lei de Hobbes, que eu decretei como lei, mas é mais um conselho:

“Não pode haver certeza quanto à ultima conclusão sem certeza sobre todas as afirmações e negações com base nas quais essa conclusão foi fundamentada e inferida.”
(1)

“(…)ao raciocinar sobre todas as demais coisas, aquele tira conclusões pela confiança que merecem os autores, se não aos comprova desde os primeiros elementos de cada consideração(…), perde seu tempo. Não sabe nada sobre as coisas. Simplesmente acredita nelas.” Leviatã, Thomas Hobbes, capítulo V, da razão e da ciência.

Antes de voltar a falar sobre esse trio, vou ter que ler muitas obras de Platão e Aristóteles, pra verificar a veracidade do que dizem sobre os três.

Resumindo, a parte sobre filosofia na Antiguidade vai ficar sendo construída com o tempo, muito tempo, tipo meses. E vou analisar até onde vale a pena fazer isso…. então….aguardem minha decisão…

Quando eu recuperar a paciência.

Mais textos para reflexão

Coloquei mais textos para refletir na página reflexões. Veja como ficou:

refleticoTextos para reflexão

Clique aqui.

 

 

E ainda fiz um texto sobre Senso Comum:

conhecer12icoLeia o texto clicando aqui.

A Virtude, segundo a filosofia

Definição de virtude feita por Platão e aprimorada por Aristóteles. Onde está o erro cometido por esses dois filósofos?

Platão criou o conceito de Virtude, que, para ele, é um dom que torna as pessoas boas, honestas, justas e aptas a adquirir sabedoria e seria algo inato. E o mundo estaria dividido entre pessoas virtuosas e as não virtuosas.

solidariedade
Pessoas virtuosas seriam assim. Imagem: pixabay

As pessoas virtuosas seriam recompensadas, possuiriam riquezas, seriam capazes de realizar grandes conquistas, viveriam uma vida melhor e mais confortável. Enquanto as pessoas não virtuosas estariam condenadas a pobreza, uma vida dura, e miserável.

O problema desse raciocínio de Platão é que ele considera a vida justa. E se isso fosse verdade, Sócrates não teria sido condenado a morte por causa de uma injustiça.

Aristóteles quando começa a falar sobre Virtude, vai além do conceito de Platão e cria divisões, ou seja, a virtude de obedecer, a de mandar, ter honra, coragem, bom caráter, justiça etc. Todos teriam essas virtudes, mas em graus diferentes. As mulheres e escravos teriam menos a virtude honra, coragem, e mais a virtude de obedecer.

O filósofo cria essas categorias, porque quando Platão divide o mundo entre virtuosos e não virtuosos, existe um problema. Se um escravo não é virtuoso, então ele não obedeceria o seu senhor, e o mesmo aconteceria com a mulher. Não é o que Aristóteles observa no mundo real, os escravos e mulheres são submissos e cumprem seus deveres, então como poderiam não ter virtude?

A partir desse momento existe a Virtude superior, que seria ter honra, caráter, coragem, ser bom e justo, no estilo de Platão. E a virtude necessária para ser submisso. Aristóteles não considera a vida justa, ele tenta justificar as injustiças da vida como algo imposto pela natureza.

Na sua obra A Política, Aristóteles quer abordar a política, formas de governo, cidadania, economia, e não a desigualdade social.

Onde está o erro em criar a Virtude como algo da natureza e que determina quem será rico ou pobre, livre ou escravo, homem ou mulher etc?

A vida é injusta, e a natureza não escolhe, e se escolhesse não usa os critérios imaginados por Aristóteles e Platão.

Qual é a consequência desse conceito de virtude para a história ocidental, principalmente na Europa?

Os poderosos, membros do clero e da nobreza, eram tidos como pessoas especiais, incapazes de cometer injustiças. E os pobres, plebeus, deveriam se contentar com a situação degradante em que viviam.

Depois da queda do Império Romano do Ocidente, surge o feudalismo, e a Igreja detém o poder ideológico na Idade Média. Primeiro usam os conceitos de Platão, de uma forma adaptada, pra justificar a estrutura social e as injustiças.

Ou seja, porque servos eram servos, porque o Senhor feudal tinha uma vida melhor, porque existia a nobreza, porque não podiam questionar o rei e muito menos a Igreja.

Quando a ideologia da Igreja é amplamente aceita, e algumas cidades na Europa começam a prosperar, aparece alguns problemas filosóficos pra responder. As ideias de Aristóteles serão necessárias e vão ser utilizadas pela Escolástica.

Platão e Aristóteles possuem uma diferença fundamental. Platão odeia a democracia e vê o mundo de forma dualista: virtuosos e não virtuosos. Aristóteles é um pouco mais realista e analisa as três formas de governo, apesar de não derrubar essa ideia de Virtude criada por Platão. As análises (lúcidas) que ele faz sobre alguns assuntos, terão influência nos filósofos que vão surgir e derrubar essa história de rei virtuoso. Thomas Hobbes lê as obras de Aristóteles, Maquiavel vai sentir na pele a suposta virtude dos poderosos, quando ele convive com César Bórgia.

E o legado mais importante começado por Platão e finalizado por filósofos como Maquiavel, Thomas Hobbes e afins. É a seguinte ideia: Os ricos não são melhores, honestos ou mais inteligentes que os pobres. E achar que riqueza ou pobreza fazem alguém ter um bom caráter é bobagem.

“A riqueza não trás virtude” Sócrates. Por falar em Sócrates, o mestre de Platão, e indiretamente de Aristóteles. O que ele achava sobre o assunto?

Para Sócrates a “Virtude” estava em todos os seres, e era em igual quantidade, tanto no homem quanto na mulher.(1)

(1)A Política, Aristóteles, livro primeiro, capítulo 4, parágrafo 13. “Nem o temperamento, nem a coragem, nem a justiça devem ser iguais no homem e na mulher, como acreditava Sócrates.” ….traduzindo para o popular…”as coisas não são como Sócrates achava que eram.”

Coisas que sempre quisemos saber: Quem inventou o Sorvete?

Da série você sabia…?

Fiz uma página dedicada a história do Sorvete. Eu descobri que o sorvete existe há muito mais tempo do que eu imaginava. E que o Europeus inventaram um jeito esquisito pra ter o gelo pra fazer sorvete. O sorvete foi aperfeiçoado com o tempo… é muito interessante a história.

Clique no link abaixo pra saber mais:

Historia do Sorvete 

Cultura e como está sendo organizado no Blog

Fiz uma página com todos os conteúdos sobre cultura do Blog.

 

culturapic2Cultura

Conteúdo sobre cultura, incluindo arte, dança e o conceito do que é cultura.

Veja aqui.