Sandro Botticelli, um grande artista do Renascimento

Alessandro di Mariano di Vanni Filipepi, mais conhecido como Sandro Botticelli nasceu no ano de 1445 e é um dos pintores mais conhecidos da época da Renascença(Renaissance) sendo um dos mais importantes da história da arte.

Botticelli incorporou em sua pintura temas mitológicos e religiosos, uma de suas pinturas mais conhecidas é o Nascimento de Vênus. Ele é um artista do início da Renascença italiana.

O nascimento de Vênus, Botticelli.

O pai de Sandro Boticelli era um ourives, um trabalhador que transforma o ouro em folhas finas para que ele possa ser trabalhado depois. A profissão do seu pai fez o pintor ter contato com diversos artistas e com famílias ricas na Florença, como Giovanni di Paolo Rucellai que é um patrono da arte. Seu irmão também trabalhava ourives. como O nome Boticelli deriva de um apelido de infância que o artista adotou posteriormente como pseudônimo.

O artista aprendeu a pintura no atelier de Fra Filippo Lippi que era um dos pintores favoritos da família Médici. As Madonas, que são um retrato de virgem Maria e o menino Jesus, foram pintadas por Botticelli são desse período.

Virgem Maria e o menino Jesus, Botticelli.

Botticelli sofreu influências de outros artistas que também frequentaram o atelier de Filippo Lippi, como Andrea del Verrocchio. Seu aprendizado como ourives, que aprendeu por causa do seu pai, também tiveram influência nas obras de Sandro Botticelli.

Quando Filippo Lippi faleceu, Botticelli abriu seu próprio atelier. Ele fez uma obra para o Tribunal do Comércio de Florença, A Força, essa pintura faz parte de uma encomenda de sete obras sobre a virtude cristã, feita ao artista Piero Pollaioulo, a última pintura das seis foi feita por Botticelli.

A Força, Botticelli.

No ano de 1472, Sandro Boticcelli ingressa na Companhia de São Lucas, uma associação de artistas. Além de começar a fazer parte do circulo social da família Médici. Ele fez um afresco sobre o enforcamento que aconteceu dos líderes da família Pazzi, que armou uma conspiração contra a família Médici. Essa obra infelizmente foi perdida com o tempo. Porém essa obra foi responsável por fazer a Igreja Católica em Roma conhecer os talentos de Sandro Botticelli.

Os Vespucci também são grandes patronos da arte e também fez uma encomenda ao artista, um afresco de Santo Agostinho para uma igreja paroquial.

Afresco de Santo Agostinho, Botticelli.

Em 1475 o artista pinta na capela funerária Zanobi del Lama Gaspare o afresco A adoração dos Magos. Esta obra mostra uma mudança no estilo artístico de Botticelli. Uma visão de palco que coloca alguns personagens no plano principal e outros em perspectiva.

Adoração dos Magos, Botticelli.

O artista começa a sofrer a influência da corrente filosófica do neoplatonismo e da pintura flamenga que se desenvolveu em Flandres.

O Papa Sisto IV, no ano de 1481, convoca diversos artistas florentinos, incluindo Botticelli para fazerem afrescos na recém construída Capela Sistina. Os Médicis se reconciliam com os Pazzi e seus apoiadores que incluíam o Papa Sisto IV. Então essa contribuição dos pintores florentinos é considerada um acordo de paz entre os Médicis (patronos da arte de Florença) e o papado.

Infelizmente alguns dos afrescos feitos por Botticelli na Capela Sistina foi degradado pelo tempo.

A vida de Moisés na Capela Sistina, por Botticelli.

As obras mais famosas do artista renascentista são O Nascimento de Vênus e Primavera. Essas obras são consideradas ícones do Renascimento. Essas pinturas fazem parte do ciclo mitológico de Sandro Botticelli.

Primavera, Botticelli.

Além das obras religiosas e mitológicas, Sandro Botticelli também pintou uma série de retratos. E se tornou seguidor do frade dominicano Girolamo Savonarola que foi um religioso radicalmente moralista e responsável pela queima de objetos considerados pagãos na Fogueira das Vaidades. Algumas pessoas acreditam que Botticelli destruiu algumas de suas obras de arte nessa fogueira, mas não é um fato confirmado. Após esse episódio, tendo participado ou não, o artista abandonou os temas mitológicos.

O artista ganhou muito dinheiro graças ao patrocínio e encomendas de suas pinturas, porém viveu uma vida endividado. Botticelli é associado à Escola Florentina, pois os Médicis foram os grandes mecenas da considerada era de ouro do Renascimento, patrocinaram o artista e encomendaram muitas obras de Sandro Botticelli.

Nos últimos anos de vida de Botticelli, sua fama acabou entrando em declínio, e o artista morre aos 65 anos de idade. Sandro Botticelli deixou um grande legado de obras que são estudadas pela história da arte e ficaram famosas no mundo inteiro.

Imagens: Wikipedia

Referências:

https://en.wikipedia.org/wiki/Sandro_Botticelli

7 comentários em “Sandro Botticelli, um grande artista do Renascimento

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.