A vida na Idade Média

Na Idade Média ocorreu a ruralização da população, com a queda do Império Romano a população deixaram as cidades, e com os constantes ataques dos povos ditos bárbaros, as pessoas se refugiaram no campo, sob a tutela de um senhor feudal. Nesse contexto de mudança, a vida do povo sofre uma grande transformação, a vida se torna mais simples.

Casas Medievais

Na época do Império Romano, nas cidades, os aristocratas viviam em casas chamadas de Domus. Na zona rural, as pessoas viviam em villas, e na campo essas villas eram conhecidas como vilas rusticas(villae rusticae).

Vila Romana.

Foi na vila rustica que surge a estrutura que teríamos na Idade Média. Essas vilas não dispõem de instalações luxuosas e são dedicadas ao trabalho agrícola. Os dominus(os senhores da casa) eram proprietários ricos. Na Roma Antiga, um beneficium era uma doação de terras que era recompensa por serviços prestados ao estado. Mais tarde a palavra beneficium foi substituída por feudo.

No Domus havia um átrio que era uma região central da casa e tinha uma espécie de jardim com uma fonte e uma estátua de algum deus.

Atrium.

A casa de um nobre tinha uma configuração diferente, no começo não havia divisão entre público e privado e todos dormiam e confraternizavam na mesma sala. Essas casas de um cômodo começaram a ganhar mais cômodos, e começou a divisão do que era público e privado.

Essas casas medievais ficaram conhecidas como hall houses, porque na arquitetura da casa tudo tinha uma configuração em que o hall(salão) era o centro de tudo.

Grande Salão.

Como na maior parte da Europa os invernos são muito rigorosos, nas casas dos nobres havia uma lareira no salão principal da casa. As lareiras começaram a ganhar chaminés por causa do acúmulo de fumaça que pode dar intoxicação por essa fumaça e causar a morte.

Roupas na Idade Média

Na Roma Antiga os homens usavam togas e as mulheres um traje chamado stola. Sobre a stola algumas mulheres utilizavam por cima a palla, que era uma espécie de xale. Essas roupas eram feitas de lã.

Vestimenta da mulher romana.

Na Idade Média as roupas eram feitas de lã, linho, couro, peles de animal, veludo e seda (para os mais ricos). As roupas eram coloridas e até mesmo um camponês poderia utilizar roupas tingidas com cores. No início da Idade Média o homem usava uma túnica de lã com um cinto na cintura, e as mulheres usavam um vestido com um cinto amarrado na cintura, e por baixo do vestido utilizavam uma saia de linho e sobre a cabeça usavam toucas e véu para cobrir os cabelos.

Mulheres usando trajes medievais.

Para separar o que os camponeses e os nobres podiam usar foram criadas as leis suntuárias. Essas leis visavam manter a separação de classes e regular o que a classe baixa poderia comprar para evitar gastos excessivos segundo a mentalidade medieval. As mulheres pobres não podiam usar veludo, véus caros, e só poderiam ter roupas até um certo limite de preço. Tecidos de ouro e seda roxa só poderia ser usada pela realeza, somente os nobres poderiam usar tecidos de prata.

O cotidiano dos camponeses e senhores feudais

A sociedade medieval é estamental, ou seja, é divida entre classes sem a possibilidade de mobilidade social, o camponês nunca viraria nobre, pois não existia essa possibilidade.

Na Roma Antiga a base da economia e do trabalho eram os escravos, Roma era uma sociedade escravocrata. Com o fim do Império Romano do Ocidente, os servos substituem o escravo, e viram pessoas presas a terra do senhor feudal, são os camponeses.

Mulheres e crianças trabalhando.

Os camponeses acordam as 5 horas da manhã, comem mingau, pão de centeio e iniciam o trabalho diário, as mulheres e as crianças cuidam das galinhas e das hortas enquanto os homens trabalham nas plantações. O trabalho só termina ao anoitecer. O único dia diferente é o dia de domingo quando os camponeses iam à missa.

Os senhores feudais também acordavam cedo tomavam um café da manhã mais robusto, com pão branco e vinho, após o café iam na missa em suas capelas. Os homens eram informados sobre os assuntos do feudo e as mulheres sobre os assuntos da casa. O almoço tinha vários pratos de comida diferentes, todos com carnes e cereais. O senhor feudal poderia ir caçar na parte da tarde enquanto sua mulher supervisiona os criados. Ao fim da tarde fariam mais orações e o senhor feudal recebia um menestrel para saber das notícias fora do feudo. Depois disso comiam mais uma vez e finalmente iam dormir.

Senhor feudal fazendo uma refeição.

Resumindo, enquanto os nobres comiam, os camponeses trabalhavam.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.