Teatro na Grécia Antiga: o início de tudo.

O Teatro na Antiga Grécia foi um dos mais importantes da história do teatro, podemos dizer que foram os gregos antigos que inventaram o teatro.

Assuntos desse Post:

  • Como era essa arte antes do teatro grego surgir
  • Qual é sua origem
  • Características
  • Peças teatrais
  • conceito de tragédia e comédia
  • Local onde aconteciam as peças
  • Como eram os atores
  • Peças mais famosas

Os povos da antiguidade tinham a figura do contador de histórias. Durante muito tempo o domínio da leitura e da escrita era privilégio de alguns e o resto da população utilizavam somente a fala pra se comunicar. Livros, pergaminhos e inscrições não eram algo acessível a todos.  Então para transmitir os conhecimentos, as lendas, e histórias de determinado lugar, as pessoas se reuniam e faziam rituais noturnos onde contavam histórias. Geralmente era o mais sábio da vila que era encarregado de contar essas histórias.

Eram histórias sobre os mistérios da natureza e da vida, como por exemplo, quem fez as estrelas? Por que a lua tinha fases? De onde viemos? Enfim, essas histórias buscavam responder essas perguntas. Os gregos chamavam esses contadores de histórias de aedos.

“Surge o Teatro.”

Então na Grécia Antiga surge a filosofia que procurava responder as perguntas fazendo o uso da razão e não do pensamento mítico. Além disso na Grécia Antiga a cultura prosperou, os gregos faziam grandes festivais e celebrações. E é na celebração ao deus Dionísio que aparece os primórdios do que viria a ser o teatro. Nessas festas era o costume usar máscaras e fantasias e ressoavam* cantos líricos (com narrativas).

mascarasgregasparede

As celebrações ao deus Dionísio começaram a ficar muito elaboradas, surgiram os diretores de cantos e com isso surgiu a primeira forma de script (roteiro). Logo após apareceram os respondedores de cantos. A primeira forma de dialogo entre personagens.

deusbaco
deus Dionísio

Conforme essas apresentações foram sendo aprimoradas, ao final do processo surge o teatro como conhecemos, com atores caracterizados, diretores e plateia. A figura do coral que contava o enredo da peça vai continuar a ser utilizado em alguns tipos de teatros.

Palco e arquibancada: Arenas

Os atores usavam máscara para representar os sentimentos, e como se apresentavam para um grande número de pessoas, muitas delas não conseguiam ouvir o autor.

Uma maneira de resolver esse problema de acústica foi criar um espaço assim:

teatrogregoarena

Todos os atores eram homens e faziam uso de máscaras, também existia um coro que tinha o objetivo de narrar a peça, ele era uma espécie de intermediário entre o ator e a platéia. E algumas vezes tinha um Corifeu, um representante do coro que falava com a plateia.

teatrogregoarena1

Tragédia e Comédia

O primeiro gênero que surge é a Tragédia, e dela se origina a Comédia.

A Tragédia era baseada em histórias que tinham os sentimentos de medo, terror e despertavam a piedade do público, geralmente era retratado a queda de um herói. Seus finais eram infelizes.

A Comédia era um espetáculo divertido que utilizava sátiras para mostrar o cotidiano da população grega, e fazer uma espécie de crítica a certos comportamentos. Nesse tipo de peça os atores interagiam com o público.

Aristófanes é o maior representante do teatro estilo Comédia. Ele viveu na época do auge do Século de Pericles e testemunhou a guerra do Peloponeso e o início do fim de Atenas. É desse período conturbado que vêm a inspiração para suas peças.

Algumas de suas peças mais famosas são: “Lisístratas” (ou Greve de Sexo) “As Nuvens” (uma peça que faz críticas a Sócrates).

Em “As Nuvens”, o dramaturgo confunde Sócrates com os sofistas. Essa obra é uma crítica aos sofistas, pois ele considerava errado eles exigirem pagamentos, era contra a ideia de relativismo, que considerava o que era Justo e Injusto de acordo com qual argumento venceu, pois os sofistas eram mestres da retórica, então não tinham uma noção clara de justiça.

Porém ele dirige essa crítica ao Sócrates que não era sofista, não cobrava pra falar sobre um assunto e embora ele seja bom em argumentos, ele convence o interlocutor através de um diálogo, e que defendia que a riqueza não deve ser o objetivo da vida.

Na “Lisistratas” mulheres fartas com a Guerra decidem fazer greve de sexo pra forçar um acordo de paz. Essa peça é notável por expor essa relação de sexo, mostrando uma guerra dos sexos para acabar com outra guerra.

No gênero tragédia se destacava Sófocles e sua peça “Édipo Rei”.

Essa peça vai tratar do personagem mitológico Édipo(sim, aquele do “complexo de Édipo” da psicanálise freudiana). Os deuses o amaldiçoam e fazem o destino do herói ser: casar com sua mãe e matar seu pai. A partir dessa premissa a trama se desenrola.

E o grande dramaturgo Ésquilo, considerado o pai da tragédia. Ele introduziu inovações como o aumento do número de personagens para permitir conflito entre eles; anteriormente, os personagens interagiam apenas com o coro.

E foi assim a origem do Teatro, com o tempo ele vai se diversificar, suas histórias terão outros gêneros, mas sempre terá elementos do Teatro Grego.

Referências:

http://editora.pucrs.br/anais/IIICILLIJ/Trabalhos/Trabalhos/S10/keilaschermack.pdf

*Ressoar=cantar

*Se você tem alguma sugestão de tema? ou quer expor sua arte aqui? Ou um texto? Entre em contato por e-mail: culturalizando.b@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.