Folclore nacional: Saci-Pererê

A lenda do Saci Pererê tem origem na tradição oral entre os indígenas da Região das Missões no sul do país e surgiu ainda no período colonial do Brasil. O saci-pererê é um menino negro que usa e carrega um traje vermelho, seu gorro lhe concede poderes mágicos, além de ter um apito ou um cachimbo. A característica marcante desse personagem é a falta de uma perna e os saltos, a palavra indígena pererê significa aos saltos.

De acordo com a narrativa lendária o Saci nasceu de uma gestação de sete anos dentro de um broto de bambu, vive até os setenta e sete anos de idade e depois de sua morte se transforma num cogumelo.

O Saci, de acordo com a lenda, é um profundo conhecedor das matas e das ervas medicinais que estão nessas matas. O personagem lendário também é o guardião dessas ervas e plantas medicinais, além de conhecer as técnicas para preparar essas ervas e transformar em remédio. O Saci-Pererê também é um menino travesso que adora pregar peças, como mudar as coisas de lugar ou esconder elas ou fazer nós e tranças nos cavalos, por exemplo.

No início o personagem era um personagem que possuía as duas pernas mas a influência da cultura africana acrescentou a figura da lenda do Saci a perda de uma das pernas numa luta de capoeira e o uso do cachimbo. O gorrinho tem origem no folclore do norte de Portugal.

Folclore brasileiro.

Para alguns o Saci é apenas um menino travesso mas em outras versões da lenda ele seria um personagem maléfico e existe até um projeto de um filme de terror do Saci-Pererê noticiado em 2018.

Existe a crença de que é possível capturar o Saci e prender numa garrafa utilizando uma peneira no meio de um redemoinho para conseguir pegá-lo e retirar seu gorro mágico para enfim colocar ele numa garrafa. Segundo a lenda, prender o Saci numa garrafa serve pra trazer boa sorte.

O escritor Monteiro Lobato colheu relatos sobre a lenda dos leitores do jornal O Estado de São Paulo em 1917. E compilou essa pesquisa sobre o mito do saci na obra O Saci-Pererê: resultado de um inquérito.

Apesar de ter surgido no Sul do país, o mito não ficou restrito apenas nessa região brasileira, pois a história percorreu o país, graças a Monteiro Lobato, que chegou a escrever um segundo livro sobre o Saci-Pererê para as crianças lerem.

O Saci-Pererê é um dos grandes personagens do folclore brasileiro, junto com outras figuras lendárias como o Curupira, boitatá entre outros.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.