Heróis que não são heróis…Cristóvão Colombo.

Conhecido como o homem que “descobriu” a América, Cristóvão Colombo, nascido em Gênova no ano de 1451 e filho de um pequeno comerciante fez seu nome na história.

Colombo é uma figura bastante controversa e uma dessas controvérsias está na origem de Cristóvão Colombo. Provavelmente, por não ser de origem nobre seu filho, Ferdinando, com ajuda de seu pai, criaram e ocultaram uma série de documentos e cartas sobre a vida do genovês.

Porém a maior controvérsia acerca de Cristóvão Colombo não está na sua origem não nobre está em seus feitos durante a vida. Todos sabemos sobre sua busca por financiamento de uma viagem ao redor do nosso planeta.

Ao contrário do que muitos pensam, nos anos de 1500-1600, século XVI, já se sabia que a terra não era plana, até porque a navegação fica muito difícil se considerar que o formato da Terra é um plano e não um objeto com forma esférica, é só lembrar de um fato recente que aconteceu com um adepto da terra plana, que se perdeu no mar e teve que ser resgatado.

Cristóvão Colombo acreditava que existia um caminho para as Índias contornando o nosso planeta, uma viagem ao oeste. Quando ele finalmente consegue o financiamento da Espanha para realizar a viagem, durante o caminho acaba “esbarrando” no continente Americano. O navegador genovês começa a empreitada com 3 embarcações, conhecidas como naus, o Niña, o Pinta e o Santa Maria.

Rotas de Cristóvão Colombo.

Ele desembarca na ilha de San Salvador nas Bahamas e encontra com nativos pacíficos, e é a partir desse ponto que o lado obscuro da história do navegador começa.

Há cartas e documentos que apontam que ele capturou nativos para levar à Europa servindo como escravos, nativos que ele chamou de índios.

Mapa Mundi do século XVI
Cristóvão Colombo e os índios.

Além de ter sequestrado os índios para levar a Espanha para serem vendidos como escravos, ele ainda forçou esses índios a trabalharem exaustivamente em minas de ouro e em plantações pra que ele obtivesse o maior lucro possível sobre as novas terras descobertas. Para reprimir rebeliões de nativos, Colombo ordenava o desmembramento dos corpos e a exibição pública desses corpos que eram dos rebeldes.

No metade do ano de 2020 , devido ao movimento Black Lives Matter, várias estátuas de Cristóvão Colombo começaram a ser retiradas nos Estados Unidos, e o dia de Colombo está sendo substituído pelo dia dos povos indígenas em estados americanos como Minnesota, Alasca, Vermont e Oregons.

Aqui no Brasil, devido ao sucateamento educacional imposto pela ditadura militar, as crianças na época, que hoje são os adultos de 25 anos ou mais, aprenderam a versão mais quadradinha e bonitinha sobre o descobrimento do continente americano e talvez seja por isso não existe tamanha comoção em relação a verdadeira história de Christóvão Colombo.

Mas a real história é essa, o herói ensinado nas escolas não existe.

Referências:

https://edition.cnn.com/2020/06/12/us/christopher-columbus-slavery-disease-trnd/index.html

https://www.history.com/news/columbus-day-controversy

*Imagens da internet.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.