Vinho, como surgiu essa bebida?

A história da origem dos vinhos surge antes dos registros escritos. Um dos primeiros vestígios sobre fabricação de vinhos conhecidos vem da China e datam de 7000 a.C. também existem indícios de outros lugares que datam de 6000 a.C.

Foram encontrados potes de cerâmica do período neolítico no sítio arqueológico de Jiahu, Henan, na China. Existem restos de ácido tartárico que é um sub produto da degradação de compostos que estão no vinho.

ânforas fenícias

A vinícola mais antiga descoberta fica na caverna Areni-1 na Armênia. Há vidências de técnicas de vinificação na Mesopotâmia, os fenícios praticavam um extenso comércio marítimo que incluía o vinho como um dos produtos comercializados.

Também há registros de produção de vinho em pinturas egípcias. O vinho tinha um papel importante nas cerimônias do Egito Antigo. Havia uma indústria de vinificação real, havia um intenso comércio entre o Egito e Canaã. Cenas de vinificação aparecem desde o início da Idade do Bronze.

ânfora grega

Mas é na Grécia Antiga que surge as técnicas de vinificação que conhecemos hoje em dia. Na Grécia eram cultivadas videiras, e a cidade de Atenas tinha um grande comércio lucrativo de vinhos.

Havia a “Festa dos Vinhos”, comemorada no ‘Mês do Vinho Novo”. Para entender a importância dessa bebida na cultura grega é só lembrar que a Grécia tinha um Deus do Vinho, Dionísio. O Vinho de Chia é creditado como o primeiro vinho tinto de que se tem notícia, os gregos chamavam o vinho tinto de vinho preto. Os vinhos gregos eram armazenados em ânforas.

Baco, o deus do vinho.

Em Roma o vinho grego era o mais valorizado. Além disso, um dos centros vinícolas mais importantes era a cidade de Pompeia(aquela que foi enterrada pelo vulcão Vesúvio). Para os romanos o deus do vinho era Baco.

Segundo Heródoto os Persas também apreciavam o vinho.

A garrafa de vinho mais antiga é a garrafa de vinho Speyer, que pertenceu a um nobre romano datada de 325-350 d.C

O vinho era a bebida mais comum na Idade Média, o vinho era consumido tanto pelos plebeus quanto pela nobreza.

Pessoas consumindo vinho na Idade Média.

O vinho era necessário na celebração das missas católicas. Para garantir o abastecimento de vinho, os monges beneditinos se tornaram produtores de vinho. Os monges transformaram o vinho num negócio e conseguiam abastecer o estoque de vinhos de toda a Europa.

Monge consumindo vinho.

Os vinhos da região de Bordeaux na França ganharam fama a partir do casamento de Henry Plantageneta e Eleonor de Aquitânia, o filho deles era a favor da promoção da indústria de vinhos dessa região.

O vinho era diluído em água para compensar os efeitos do consumo excessivo de álcool.

Na América a uva foi trazida ao México pelos conquistadores espanhóis para suprir a necessidade de ter vinho nas celebrações católicas promovidas no novo mundo. Então o México passou a ser um grande produtor de vinho chegando a competir com os vinhos europeus, e na tentativa de resolver esse problema, o rei da Espanha mandou suspender a produção de vinhos no México.

Além de ser produzido no México, regiões como o Peru, Chile e Argentina também começaram a produzir vinhos na época em que eram colônia.

Hoje em dia os vinhos são produzidos na França (em Bordeaux estão os vinhos mais finos), Argentina, Chile, Itália e até em países como China, Canadá, Eslovênia e Croácia. A Europa e a América do Norte são uma das maiores consumidoras de vinho na atualidade

Um comentário em “Vinho, como surgiu essa bebida?

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.