Pintura de Mural; cotidiano, arte e política

Muitos associam a arte de fazer murais ao Graffiti, uma arte de rua que surgiu no Bronx em Nova Iorque. Mas a pintura de mural se refere a arte aplicada diretamente na parede. Murais são feitos desde a pré-história. Muitas das pinturas famosas que conhecemos são murais, por exemplo o teto da capela Sistina pode ser considerado um mural. A técnica mais utilizada no passado para a confecção de murais é o afresco.

A arte feita em murais é importante pois leva a arte para a esfera pública, por isso alguns murais podem ter cunho político e ser uma forma de protesto.

Na Antiguidade uma boa parte da arte feita eram as que ficavam em templos e túmulos (algumas vezes palácios). Como este mural abaixo feito em 3500 a.C num túmulo.

Mural de 3500 a.C. (wikipedia)

Infelizmente os murais feitos do lado de fora de um edifício ou muro não sobrevivem às intempéries do tempo, e mesmo os murais com intenção de ser conservado como foi o caso da Última Ceia de Leonardo da Vinci a conservação é muito difícil de ser feita. A Última Ceia tem 500 anos de idade e chegou aos anos de 1970 desse jeito:

A Última Ceia, Leonardo da Vinci.

Atualmente foi possível restaurar a Última Ceia para como ela foi pintada por Leonardo da Vinci graças a tecnologia que temos.

Os murais internos tiveram mais sorte e alguns. O Afresco de um touro saltando feito em 1450 a.C no palácio que fica em Knossos em Creta foi quase completamente restaurado.

Afresco Touro Saltando, em Knossos.

Graças a esses murais, nós sabemos um pouco sobre a mitologia e a vida desses povos da antiguidade. A cidade romana conservada pelo soterramento feito pela última erupção do vulcão Vesúvio, Pompeia, é um dos lugares onde podemos ver um pouco sobre como era a vida dos romanos. Vários afrescos que estão nesta cidade mostram o cotidiano dos habitantes de Pompeia na época em que o Vesúvio entrou em erupção no ano de 79 d.C.

Afresco em Pompeia.

O teto da capela Sistina foi pintada por Michelangelo e também é considerada uma pintura de mural. O artista usou a técnica do afresco utilizando gesso úmido e pigmentos a base de água para compor o trabalho artístico. Michelangelo pintou os temas bíblicos do Gênesis, como ele é um artista da Alta Renascença a arte tem inspiração na forma dos deuses gregos.

Teto da Capela Sistina. (wikipedia)

A pintura em quadros é restrita ao ambiente interno das casas, mais reservada a esfera privada. Por isso alguns artistas como Rembrandt, Vincent Van Gogh, Monet que tiveram suas vidas repleta de trabalhos artísticos, pintando centenas de quadros, desenhos e gravuras, tem somente algumas de suas obras de arte conhecidas, pois algumas delas estão em posse de colecionadores e o interior de mansões de milionários pelo mundo.

Também existem os murais que são características da cultura de alguma região como os Lüftlmalerei, um estilo alemão de pintura de mural das regiões e vilas do sul da Alemanha e Áustria.

Lüftlmalerei.

Os murais como um meio de protesto político são pintados ao redor do mundo, muitos deles são ligados ao Graffiti, mas nem todos são assim. Os murais mexicanos foram uma forma do governo promover união social após o ano de 1920 para restaurar o país pós-Revolução Mexicana.

Um dos grandes muralistas mexicanos mais conhecidos é o Diego Rivera (marido e martírio da Frida Khalo) que foi contratado pelo governo mexicano para a confecção de diversos murais com temas como a história do México.

Mural de Diego Rivera sobre a cidade asteca de Tenochtitlan.

Existem murais de protestos políticos e também existe murais utilizados como propaganda política. Em regimes totalitários, a ditadura se apropria de todas as formas de arte que alcancem as massas(como eles dizem). No flickr existe um perfil com diversas fotos dos murais (só clicar no link) feitos pela propaganda socialista-marxista na Alemanha Oriental.

Mural da Alemanha Oriental.

Os murais de propaganda socialista/comunista associam a imagem de pessoas felizes (supostamente) com um estado aparelhado por um exército, mostrando uma imagem de união. No lado ocidental de Berlim na época, diversas gravuras, escritos e pinturas foram feitas ao longo do Muro de Berlim que separava a cidade entre lado oriental e ocidental.

No Bronx, a cultura do hip hop deu início a arte do graffiti. A arte do mural começou a ser associada a arte de rua urbana. Este tipo de arte é muito controversa pois alguns consideram certos graffiti como vandalismo e outros como uma forma de arte aceitável.

Graffiti.

A arte dos murais também pode ser utilizado para campanhas publicitárias. Recentemente o jogo da CD Projekt Red, Cyberpunk 2077, se envolveu numa polêmica ao contratar um mural para promover o jogo na cidade de São Paulo.

Mural do Cyberpunk 2077 em São Paulo. (Reddit)

Como esta cidade era muito poluída visualmente por causa dos outdoors publicitários, os políticos criaram a lei cidade limpa que proíbe os anúncios publicitários em outdoors e até mesmo em murais. Por isso o prédio foi multado em 97 mil dólares e a arte apagada, mesmo que seja uma arte muito bonita.

Os murais são um meio de dar a arte um caráter mais público por isso diversos artistas se utilizaram e se utilizam destes meios para se expressar.

Um comentário em “Pintura de Mural; cotidiano, arte e política

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.