Cultura Hip Hop, a expressão das minorias marginalizadas nos USA

O hip hip é um movimento artístico e cultural que surgiu em meados da década de 1970. Esta cultura do hip hop começou entre os jovens afro-americanos do sul do Bronx em Nova Iorque. Este movimento cultural conta com diversos elementos como o Turntablism, breakdance, Beatboxing, Rap e o Graffiti. Essa corrente do hip hop surgiu primeiro em festas no Bronx, a música do hip hop tinha letras que faziam um protesto político contra o sistema jurídico e policial que deixava à margem as minorias afro-americanas e também os latinos.

Os cinco elementos da cultura hip hop

Existem até nove elementos da cultura do hip hop, porém alguns consideram que existem só quatro elementos fundamentais do hip hop, mas eu coloquei aqui mais um elemento, além destes quatro, o beatboxing.

O Turntablismo consiste em criar músicas e efeitos sonoros utilizando o dois ou mais toca discos e um mixer de DJ equipado com um cross fader.

Janek Schaefer, num evento em Londres em 1997. (wikipedia)

O Breakdance é um estilo de dança de rua. Apesar de popularmente ser conhecido pelo nome de breakdance o nome verdadeiro é b-boying. Esta dança também tem quatro pilares de movimento, toprock, downrock, freezes e power moves. O b-boying surgiu junto com o hip hop, se tornando parte fundamental desta cultura, na década de 1970.

Breakdance ou b-boying. (Pixabay)

O beatboxing é uma forma de percussão vocal que imita instrumentos musicais utilizando a língua, a boca e a voz. No começo, o beatboxing na cultura do hip hop consistia em imitar os sons de uma bateria eletrônica(geralmente do modelo TR-808).

Biz Markie fazendo beatboxing. (wikipedia)

O rap é um discurso rítmico que é o elemento dito primário da música hip hop. Apesar de ser associado a este estilo de música, as origens do rap pode ser traçada até o griot, uma tradição oral da África ocidental. O rap é feito durante uma batida rítmica tocada por um DJ ou um beatboxer. O rap é uma sucessão de versos feitos por um MC. Hoje em dia o rap pode ser realizado no meio de uma música, geralmente a pop.

Rapper Myl3z. (Wikipedia)

O Graffiti associado a cultura hip hop é uma arte feita sobre uma superfície visível como muros, paredes, pontes, trens, feitos com o sem permissão. É uma arte de rua que utiliza materiais como tintas sprays. O graffiti é considerado ilegal em algumas partes do mundo.

Em Nova Iorque, o berço da cultura hip hop, os grafiteiros geralmente faziam sua arte nos metrôs. Na década de 1970, havia até mesmo concursos para o grafite mais bonito e bem feito. Porém na década de 1980 essa arte de rua feita no metrô começa a ser severamente reprimida.

Graffite no metrô na década de 1970. (Wikipedia)

Música hip hop e a evolução da cultura hip hop

O DJ Kool Herc é considerado o criador da música hip hop, sua irmã queria alguém pra tocar na festa de volta às aulas, e Herc fez o seu “Back to School Jam”. Ele utilizou uma batida diferente, utilizou dois toca discos e faz um breakbeat se inspirando no funk. Herc percebeu que as pessoas preferiam essas batidas e o break que ele criou. O DJ começou a dar várias festas, que viviam lotadas, as pessoas gostaram dessa nova batida, o hip hop.

O rap foi o segundo elemento adicionado a música hip hop. Os DJs começaram a utilizar esta nova batida criada por Herc que tinha como referência o funk. Os MCs e os DJs trabalhavam juntos para fazer esse estilo musical novo conhecido como hip hop.

Gravação de rap. (pixabay)

As gangues de rua que existiam no Bronx, faziam competições de rap. As festas começam a serem feitas ao ar livre, e se torna uma forma dos jovens, que eram marginalizados pela sociedade, poderem se expressar. Também havia competições de breakdance. O tema das letras do hip hop eram políticos e sócias, falando sobre a realidade destes jovens do Bronx.

No final dos anos 1980 surgiu o gangsta rap, que é um subgênero do hip hop, e se popularizou pela costa oeste dos Estados Unidos e tinha como artistas Tupac, Snoopy Dog, Ice T etc. O graffiti começou a fazer parte desse movimento cultural chamado de hip hop.

A partir de 1990 o hip hop se torna um fenômeno mundial, e o tema das letras agora são sobre sexo, drogas e violência. O hip hop se torna mainstream e as várias pessoas começam a adotar o estilo chamado de hip hop. Hoje em dia o hip hop está bem presente na cena musical.

3 comentários em “Cultura Hip Hop, a expressão das minorias marginalizadas nos USA

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.