Giotto, o artista que revolucionou a arte medieval

Perspectiva é uma palavra com duplo significado, estou utilizando aqui o sentido de representação de imagem, vistas, e panoramas. A arte bizantina e depois a arte medieval possuíam características como a imagem planificada, os motivos religiosos, a utilização de ícones. As iluminuras, uma arte utilizada para decorar o início de capítulos de textos, traziam este tipo de imagem em uma representação de duas dimensões (2D).

*This text has an English version (click here)

Na Idade Média, as representações das figuras começaram a ir de figura plana, comum na arte bizantina e seus mosaicos à um dos primeiros artistas a se preocuparem com o problema de visão em perspectiva. Este artista foi o arquiteto e pintor Giotto di Bondone. Procurando unir a decoração em afrescos a arquitetura de prédios, principalmente de Igrejas, Giotto começa a pensar em criar três planos para as ações dos personagens em suas pinturas.

O mosaico de Santa Sofia, é o mais famoso da arte bizantina, e mostra como eram as figuras planificadas:

Mosaico de Santa Sofia.

Comparando com um dos afrescos pintados por Giotto, podemos ver como a perspectiva estava evoluindo na Idade Média:

Apresentação de Maria no Templo, Giotto.

Os personagens interagem entre si, cada um tem um papel na figura, podemos notar uma certa dinâmica que não existia nas arte bizantina, por exemplo. Algumas pessoas representadas apresentam uma certa emoção, além do uso claro de um horizonte que dá profundidade à pintura.

Um dos afrescos de Giotto em que fica claro uma evolução artística é este abaixo, em que mostra O beijo de Judas:

O beijo de judas.

Os personagens representados possuem características mais realistas, existe um caimento nas roupas que se dobram e se ajustam ao corpo, os tecidos são mais realistas, e as figuras representadas possuem emoções, e estão inseridas numa situação dinâmica, que seria quando Judas beijou Jesus para entregá-lo aos romanos para ele ser crucificado. Existe um homem que aparenta tocar uma trombeta, e isto tem o significado de anunciação.

Este afresco foi pintado por Giotto na Cappella degli Scrovegni. Outro trabalho do artista é um retábulo pintado na antiga basílica do Vaticano. Nele, Giotto representa Jesus num grande trono cercado por figuras menores ao redor deste trono.

Retábulo

Nesta Imagem também aparece a crucificação de São Pedro, no lado direito, e a decapitação de Paulo de Tarso, ao lado esquerdo. O artista utilizou este fundo dourado para dar um estilo monumental e grandioso às histórias retratadas por ele nesta pintura. Podemos ver o uso de perspectiva e figuras mais realistas e elaboradas, até a cabeça de Paulo separada do corpo é algo que chama a atenção.

Uma das melhores obras primas pintadas por Giotto é a Virgem de Ognissanti.

Virgem de Ognissanti, Giotto.

Esta imagem foi pintada utilizando têmpera e ouro. Além de ter grandes dimensões 325 × 204 cm. Os personagens representados neste retábulo apresentam perspectiva, profundidade e é um dos grandes trabalhos de Giotto que mostra o rompimento com as representações planificadas da arte bizantina. O artista se aperfeiçoou nos contrastes utilizados nesta obra, que é visível nas roupas e nos rostos.

O retábulo pintado por Giotto atualmente se encontra na Galeria Uffizi na cidade da Florença na Itália.

Giotto foi muito admirado pelos artistas renascentistas, principalmente um outro afresco que ele confeccionou para a Capela Peruzzi, esta pintura tem como tema A vida de São João Batista e São João Evangelista, uma das partes deste afresco que está abaixo, representa a ascensão de São João Evangelista.

Assunção de São João Evangelista, Giotto.

Este afresco se encontra bem desgastado pelo tempo, mas mesmo a imagem meio desbotada que sobrou mostra que Giotto trabalhava com o claro-escuro, técnica artística que seria muito utilizada pelos artistas do renascimento e principalmente do barroco.

Uma das últimas obras de Giotto foram os afrescos que se encontram na Capela Podestà no Palácio de Bargello, assim como outros afrescos do artista, suas pinturas estão em péssimo estado de conservação mas mesmo assim podemos ver alguns detalhes das pinturas feitas por Giotto, como a imagem de Dante Alighieri.

Dante Alighieri, Giotto.

O escrito de Inferno de Dante, o próprio Dante Alighieri escreveu sobre Giotto numa frase sobre Giotto em que ele diz que o artista agora obscurece a fama de outros artistas anteriores e que agora Giotto era o grande artista em voga.

Algumas pessoas consideram Giotto como o artista precursor do renascimento, por causa de sua evolução artística que apresentou uma estética nova que levava em conta o uso de perspectiva e contrastes de cores criando profundidade nas suas pinturas. O artista também substitui o idealismo por imagens mais reais, além de cenários completos onde os personagens interagem dando uma característica dinâmica em suas obras.

Giotto morreu na Florença no ano de 1337, e deixa um grande legado que levará a uma grande revolução artística que se iniciará na Itália com mestres italianos como Leonardo Da Vinci. O uso da perspectiva foi um enorme passo dado na história da arte.

Compre meu livro na loja da Amazon (Kindle):

Um comentário em “Giotto, o artista que revolucionou a arte medieval

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.