8 construções e estilos arquitetônicos de antigamente

Na História da Arquitetura existem várias inovações e monumentos que marcaram o mundo da arquitetura. Algumas dessas novidades são utilizadas hoje em dia na arquitetura contemporânea. Desde sistemas de abastecimento de água, soluções para a entrada de luz em ambientes quando não havia janelas de vidro, até construções feitas para ter a melhor acústica possível. Não podemos esquecer também das obras que marcaram a história, resistiram ao tempo a e continuam sendo vistas nos dias de hoje. Veja algumas das grandes obras da arquitetura e também soluções arquitetônicas inteligentes.

Aquedutos Romanos

É difícil pensar que os romanos tinham água encanada em suas cidades. Apesar da primeira civilização a construir um sistema de aquedutos ter sido Creta, os romanos inovaram ao criar um sistema subterrâneo que levava a água até suas cidades. Esses aquedutos transportavam água utilizando a gravidade. Os aquedutos romanos foram tão bem feitos que continuam relativamente preservados e alguns funcionaram até o fim da Idade Média.

Aqueduto de Terragone.

Shoji(障子) e Fusuma(襖)

É uma estrutura feita de papel translúcido que geralmente é uma porta deslizante(Hikido 引き戸) , mas pode ser uma parede com uma estrutura de treliças. O Shoji é feito de madeira e do papel japonês Washi. Esse tipo de parede serve para que a luz possa passar mas o vento não.

(Shoji) – Old Katayama house in Takahashi, Okayama, Japan,
30 September 2006, 663highland SONY DSC

O Fusuma é um painel que também pode ser colocado em paredes ou em portas deslizantes, a diferença com o Shoji é que o Fusuma é feito de Papel opaco ou tecido opaco.

(Fusuma)- By 663highland – Own work, CC BY 2.5, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=6039061

A cidade proibida, Zijin Cheng (:紫禁城)

É o maior complexo de palácios do mundo. Esse conjunto de prédios fica em Pequim na China. Embora não seja um estilo arquitetônico único, todo esse palácio foi projetado para mostrar e simbolizar a majestade do poder Imperial. A cor amarela dos telhados é a cor do imperador, por exemplo. Essa construção é uma das mais famosas da China.

Detalhe do telhado do palácio da cidade proibida – SONY DSC

Catedrais Góticas

O estilo gótico surgiu na Idade Média e é a evolução do estilo românico. As catedrais góticas possuem como elementos característicos o arco em ogiva, as abóbodas em nervuras(ou cruzarias), os vitrais que retratam cenas bíblicas ou imagens de santos e a rosácea que tem formato de rosa ou temas da virgem Maria. Essas catedrais possuem uma grande altura.

Catedral de Salisbury

Colunas greco-romanas

As colunas são compostas por uma base, um eixo e um capitel. As colunas gregas possuem um design de capitel que é dividido em três ordens: dórica, jônica, coríntia. Na ordem dórica o capital tem um desenho mais simples, a ordem dórica usa volutas que são ornamentos em forma de espiral, e a ordem coríntia possui um capitel bem ornamentado.

Templo de Vesta.

Obelisco egípcio

O obelisco é uma estrutura que tem quatro lados que tem uma pirâmide no topo. No Antigo Egito o obelisco era cortado e esculpido na pedreira e depois transportado para o local desejado. O obelisco simbolizava o deus sol Rá. Eles eram colocados nos templos egípcios. Quando Roma assumiu o controle do Egito após a morte de Cleópatra, os romanos saquearam e transportaram os obeliscos para as cidades romanas, por isso existem obeliscos onde costumava ser o Império Romano.

Obelisco de Luxor em Paris.

Cúpula da Rocha

É um edifício islâmico construído no século VII, é um dos edifícios mais sagrados dos muçulmanos, é parte do centro histórico de Jerusalém e foi erguido onde teria sido o altar de sacrifícios usada por Abrãao, Jacó e outros profetas. Esse lugar também é considerado o lugar onde Maomé ao céu (Al Miraaj). Também é o lugar considerado mais sagrado pelos islâmicos. O Domo(ou cúpula) da Rocha é um símbolo arquitetônico do Islamismo.

Cúpula da Rocha.

Teatros Gregos

Os Teatros Gregos são projetados para ter a melhor acústica possível por isso foram construídos em formato de semiarco e geralmente escavado na encosta de um morro, possui degraus concêntricos denominados cavea, que era onde a plateia sentava para assistir aos espetáculos, e toda a estrutura do teatro era feita utilizando a rocha termenite. Outra característica dos Teatros Gregos é a vista panorâmica. Um dos teatros mais preservados da época da Grécia Antiga é o Teatro Grego de Siracusa, orginalmente tinha 67 fileiras, e a cavea possui 138, 6 metros de diâmetro.

Teatro Grego de Siracusa.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.