Camponesas Bretãs no Prado, a estética pós-impressionista aperfeiçoada por Émile Bernard

Camponesas Bretãs no Prado é uma pintura de Émile Bernard. O artista foi um dos grandes representantes do movimento artístico neoimpressionista. Bernard aprendeu as técnicas de arte do pintor controverso Paul Gauguin. O pintor modernista também foi um grande amigo de Vincent Van Gogh e Paul Cézanne.

Em Pont-Aven, Bernard se juntou a outros artistas neoimpressionistas e pintou Camponesas Bretãs no Prado.

Camponesas Bretãs no Prado, Émile Bernard.

Camponesas Bretãs no Prado é uma obra que mostra características da estética sintetista e cloisonista. Podemos ver que Bernard contornou as figuras que estão retratadas na pintura com linhas pretas definidas, e também utilizou blocos de cores primárias sem muitos contrastes de tons, algo que era um elemento do movimento artístico do neoimpressionismo.

Assim como aconteceu com Van Gogh, a falta de reconhecimento por parte do Paul Gauguin, fez com que Émile Bernard rompesse a amizade com Gauguin.

Compre meu e-Book na Amazon ou leia pelo Kindle Unlimited:

História da Arte: Da Idade Média, ao Renascimento e o Barroco

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.