Horace Vernet, um grande pintor da arte militar

Horace Vernet nasceu no ano de 1789 na cidade de Paris, na França. O artista faz parte do movimento artístico do romantismo da vertente do orientalismo e também dos temas militares. Grande parte das obras mais conhecidas de Horace Vernet tem como tema batalhas e outra parte oriental. Uma das particularidades do artista é o fato dele retratar as batalhas que estavam acontecendo nessa época de uma forma diferente do que era mostrada por artistas como Jacques-Louis David.

Vernet é filho de um artista que também pintava obras com temas militares Carle Vernet. Um pouco de seu treinamento artístico começou com seu próprio pai, depois Horace se matriculou na famosa Escola de Belas Artes de Paris, onde frequentou o ateliê de François-André Vincent. As obras de Vernet podem ser consideradas como parte do movimento artístico do romantismo, suas pinturas apresentam certo sentimentalismo e realismo como podemos ver na obra abaixo chamada de A barreira de Clichy.

A barreira de Clichy, Horace Vernet. (Wikipedia/Domínio Público)

A barreira de Clichy mostra todo o caos de uma batalha, temos um edifício pegando fogo, soldados fazendo uma barreira e amontoados ao fundo da pintura, também existe um portão de madeira. No lado direito temos uma mulher segurando um recém nascido sentada em cima de um baú, em sua frente estão dois soldados aparentemente mortos. Horace Vernet optou por retratar uma cena mais realista, apresentando as mazelas de uma guerra. O artista escolheu o momento que a barreira é quebrada e o local está sendo quase invadido pelo inimigo.

Existe uma outra pintura que o artista pintou com o mesmo nível de caos e se chama Batalha nas barricadas Soufflot na Rue Soufflot.

 Batalha nas barricadas Soufflot na Rue Soufflot, Horace Vernet. (Wikipedia/Domínio Público)

Batalha nas barricadas Soufflot na Rue Soufflot é uma pintura que mostra uma multidão de pessoas lutando e uma barricada. De um lado está o exército francês e do outro está os rebeldes. Também é uma situação caótica. O artista retrata esse cenário de uma forma realista.

Vernet era um bonapartista, por isso também fez pinturas retratando Napoleão Bonaparte, uma dessas obras se encontra a seguir e mostra a Batalha de Jena.

A Batalha de Jena, Horace Vernet. (Wikipedia/Domínio Público)

A Batalha de Jena é uma pintura diferente das outras que o artista fez, as figuras retratadas por Vernet são idealizadas, Napoleão aparece em cima de um cavalo com pelos brilhantes, enquanto inspeciona o seu exército. O artista preferiu retratar um outro momento dessa batalha que são os preparativos, Vernet geralmente gosta de pintar o clímax desses combates. Nessa pintura tudo está no lugar e é perfeito, até o rabo do cavalo, porém sabemos que Napoleão Bonaparte tinha fama de vaidoso (e era mesmo), talvez pra seu ídolo o artista tenha aberto uma exceção quanto ao seu verdadeiro estilo.

O artista sabia como retratar a realidade de uma vitória militar como podemos ver em A Tomada do Reduto Malakoff.

A Tomada do Reduto Malakoff, Horace Vernet. (Wikipedia/Domínio Público)

A Tomada do Reduto Malakoff é o exemplo de pintura visceral do artista. Ele mostra como uma vitória é na realidade. Nessa pintura temos cinco soldados franceses colocando a bandeira de vitória em cima de uma pilha de corpos tanto de soldados franceses quanto dos inimigos dos franceses nessa batalha. Uma vitória militar é sempre assim, todos os lados saem perdendo vidas no final. Vernet retratou essa cena usando uma paleta de cores realista, ao optar por colocar um céu azul o artista quer expor que algumas mazelas que vivemos não vem da natureza mas é causada pelo homem mesmo.

No século XIX as estradas eram perigosas, os bandidos saqueavam carruagens, Horace Vernet retratou um desses momentos em sua pintura chamada de Bandidos Italianos Surpreendidos pelas Tropas Papais.

Bandidos Italianos Surpreendidos pelas Tropas Papais, Horace Vernet. (Wikipedia/Domínio Público)

Bandidos Italianos Surpreendidos pelas Tropas Papais é uma pintura que pode ser considerada bonita, como aquelas dos pintores de paisagens do século XIX que eu já escrevi por aqui no blog, mas ela mostra, na verdade, uma cena ruim, soldados lutando contra bandidos que tinham saqueado pessoas na estrada. Alguns acham que isso seria um defeito de Horace Vernet, por ele ser um pintor acadêmico demais, mas isso é uma qualidade, porque ao retratar uma natureza pacata e bonita, ele coloca a responsabilidade das mazelas do homem no homem, as coisas acontecem porque o homem faz acontecer e não por causa de alguma força como a natureza.

Vernet era conhecido também por suas pinturas orientalistas, uma delas se encontra na imagem abaixo e se chama Uma Lady Argelina.

Uma Lady Argelina, Horace Vernet. (Wikipedia/Domínio Público)

Uma Lady Argelina é considerada uma pintura orientalista porque o artista pintou itens exóticos do oriente* (era assim que os europeus tratavam o que achavam exótico no século XVIII e XIX).

O artista foi muito criticado porque suas pinturas foram aceitas muitas vezes nas exposições do Salão de Paris, por causa de sua estética mais conservadora (mas com temática ousada).

Horace Vernet morreu no ano de 1863.

Imagens e Referências:

https://fr.wikipedia.org/wiki/Horace_Vernet

Compre meu e-Book na Amazon ou leia pelo Kindle Unlimited:

Compre também na Amazon:

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.