Oscar Bluemner, um pintor modernista americano e alemão

Friedrich Julius Oskar Blümner nasceu no ano de 1867 em Prenzlau na Alemanha. O artista fez parte do movimento artístico do modernismo americano, pois Bluemner tinha nacionalidade alemã e americana. Bluemner era um artista renomado participando de diversos eventos como a Feira Mundial de Chicago, além da famosa The Armory Show, uma exposição internacional de arte moderna que aconteceu em Nova Iorque, e também participou do programa de arte do New Deal chamado de Federal Art Preject.

Seu pai era um mestre de obras, e o artista começou a aprender técnicas artísticas de aquarela aos nove anos de idade, e aos completar dezoito anos já havia dominado a pintura em aquarela. Bluemner também se matriculou na Royal Academy of Design em Berlim, onde aprendeu desenho arquitetônico e pintura artística. Quando ainda era criança, Bluemner tinha preferência pela estética surrealista, e no seu tempo como aprendiz ele conheceu o expressionismo alemão, o impressionismo, e o pós-impressionismo. A estética de Oscar Bluemner pode ser vista na pintura abaixo chamada de Form and Light.

Form and Light, Oscar Bluemner.

Form and Light é uma pintura com características modernistas americanas que na prática tinha traços do pós-impressionismo de Paul Gauguin que utilizava uma paleta de cores multicolorida, os traços dos objetos eram bem delineados e não tinha a transição de uma pintura realista ou naturalista. O fato de Bluemner representar uma paisagem do interior dos Estados Unidos também é um dos traços do modernismo americano.

Oscar Bluemner foi apresentado a arte modernista europeia, que deu origem à americana pelo fotógrafo Alfred Stieglitz que era casado com Georgia O’Keeffe, a mãe do modernismo.

O artista gostava de trabalhar com cores vibrantes e multicoloridas, também pintava paisagens preciosinistas, ou seja, paisagens urbanas das cidades mais desenvolvidas industrialmente nos Estados Unidos. Vemos esse tipo de pintura na obra Evening Tones.

Evening Tones, Oscar Bluemner.

Em Evening Tones temos uma paisagem com casas um curso d’água e o que parece ser chaminés de uma indústria e uma barragem. Bluemner utiliza cores primárias para representar os elementos dessa pintura, temos as cores azul, amarelo e vermelho, cores secundárias como o roxo, marrom e verde. A estética dessa pintura reflete a corrente artística chamada de preciosinismo que foi um ramo do modernismo norte-americano.

Essa preferência por cores vibrantes e contrastantes também foi algo que ele pintou desde cedo em suas aquarelas quando o artista ainda era apenas um aprendiz na Alemanha, como podemos ver na pintura a seguir.

Pintura de aquarela, Oscar Bluemner.

Nessa pintura de aquarela podemos perceber que Bluemner já apresenta certo domínio sobre as cores e que sua paleta não é natural, o artista retrata os elementos da paisagem com uma cor mais idealizada e pura, com menos tons, por isso não existo um efeito realista e nem natural, podemos ver que o céu azul só tem um tom dessa cor, as árvores lembram muito uma espécie de árvore que teoricamente só existe no sul do Brasil, conhecida pelo nome de Araucária.

Nos Estados Unidos, o artista continuou pintando paisagens coloridas mas usando como material a tinta à óleo como mostrei nas pinturas anteriores. Existe outra pintura que podemos ver a habilidade do artista ao representar uma paisagem urbana e da natureza na obra chamada de Old Canal Port.

Old Canal Port, Oscar Bluemner.

Old Canal Port é uma pintura típica modernista americana, temos o elemento de paisagem urbana com o delineado de uma fábrica ao fundo, antes da silhueta das montanhas, também temos as casas branco azuladas que estão na frente da água, o artista colocou o reflexo delas para que fique claro que na frente dessas casas existe água mesmo, temos a vegetação que geralmente fica ao redor de um canal de água.

Algumas pinturas modernistas americanas apresentam características pós-modernistas europeias que aparecem nos contornos que o artista dá as figuras representadas na pintura, e o uso de cores mais primárias também é um dos elementos do pós-modernismo, mas um característica que pode ser considerada única do modernismo americano é a preferência por retratar temas e paisagens dos Estados Unidos.

Existem paisagens que podem ser consideradas tipicamente americanas como na pintura Illusion of a Prairie, New Jersey.

Illusion of a Prairie, New Jersey, Oscar Bluemner.

Illusion of a Prairie, New Jersey mostra uma paisagem típica dos Estados Unidos que é uma pradaria e um celeiro da cor vermelha. Essa imagem é quase um arquétipo da imagem rural do interior sulista dos Estados Unidos, sendo uma das mais reproduzidas em filmes e séries até os dias de hoje.

Oscar Bluemner morreu em 1938.

Compre meu e-Book na Amazon:

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.