Flamenco: origem e história

O Flamenco é uma dança e música de origem espanhola. E embora seja uma forma de dança associado a Espanha, as relações entre o flamenco e a Espanha, principalmente a elite espanhola, foram tensas e conturbadas desde que ele surgiu no século XV (1401-1500 d. C). A performance do flamenco já foi considerada por alguns espanhóis como um espetáculo vulgar. E os motivos para esse tensão está na origem do flamenco.

Essa dança surgiu quando os ciganos migraram para a Península Ibérica. A migração ocorreu após uma espécie de diáspora, e os ciganos assimilaram várias danças folclóricas dos lugares onde passaram. Acredita-se que os ciganos vieram de uma migração massiva nos anos de 800-900 d.C de intocáveis de Punjab, na Índia.

Flamenco, origem cigana e popular

O flamenco propriamente dito se originou na Andaluzia, e em regiões no sul da Espanha, na época que a Península Ibérica estava sob o domínio dos mouros. O flamenco tem influências vindas dos mouros (árabes) e dos judeus. O canto flamenco é o elemento mais importante da música flamenca.

Ciganos dançando flamenco.

No começo o flamenco era cantado e utilizava as batidas rítmicas de palmas, depois que foi introduzido o uso do violão. O violão flamenco é descendente do alaúde. O livro Cartas Marruecas de José Cadalso, lançado em 1774, é uma das primeiras menções ao nome flamenco. Isso muito tempo depois do flamenco ter surgido no século XV. Isso aconteceu devido ao flamenco ter tido origem em grupos marginalizados que não possuíam acesso à escrita e as tradições foram passadas de forma oral de geração em geração.

O flamenco se tornou popular no fim do século XVIII e início do século XIX, e se espalhou por toda a Europa. As primeiras escolas de flamenco surgiram entre os anos de 1765-1860 em Triana, Jerez de la Frontera e Cádiz. O flamenco virou uma grande presença nos salões de baile e nos cafés cantantes.

De CARLOS TEIXIDOR CADENAS – Trabajo propio, CC BY-SA 4.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=11242491

Os cafés cantantes foram fundamentais para a popularização do flamenco. A época de 1869-1910 é considerada a Idade de Ouro do flamenco.

A dança e a música também começou a ser apresentada em ópera e balé, as apresentações de dança flamenca em teatros se assemelham as apresentações de balé.

Dançarina de Flamenco.

Artistas como a famosa dançarina de flamenco “La Argentina”, deu uma contribuição fundamental à dança flamenca, pois ela coreografou peças de compositores clássicos espanhóis como o Manuel de Falla, Isaac Albéniz e Enrique Granados. Transformou as peças de flamenco mais atrativas ao público dando vida a outros espetáculos de inspiração popular como “El Embrujo de Sevilla”.

La Argentina, dançarina de flamenco.

O uso político do flamenco

O flamenco é uma arte complexa que envolve a dança, o canto, o tocar do violão, as batidas de palmas. Por um tempo o flamenco foi considerado pelos espanhóis como um atraso, algo que impedia a Espanha de chegar a modernidade e desenvolvimento. A elite espanhola desprezava o flamenco por associar a dança aos ciganos, estrangeiros e ao resto da população que vivia em áreas urbanas decadentes.(*)

No período da restauração em 1875 até a época que aconteceu a Guerra Civil Espanhola em 1936-1939; os intelectuais, a Igreja Católica, políticos, revolucionários de esquerda e o movimento operário eram os críticos do flamenco. Para a Igreja Católica o flamenco levou ao colapso das famílias, para os políticos o flamenco era uma distração que impedia os espanhóis de ver e resolver os males que assolavam o país.

Após o fim da Guerra Civil Espanhola o flamenco decaiu e só ressurgiu na época do regime de Franco na Espanha. O flamenco virou a dança nacional pois o país precisava de dinheiro, e o flamenco foi utilizado como uma forma de atrair turistas à Espanha, o flamenco foi utilizado como propagando governamental. Os filmes o incluíam o flamenco como uma ferramenta para fomentar a indústria do turismo.

Flamenco nos dias de hoje

Apresentação de flamenco.

A partir do ano de 1970 o flamenco começou a se a assimilar a influência do blues, jazz e até mesmo do rock. Na evolução da música flamenca a guitarra passou a ser um instrumento utilizado nas composições dando origem a um novo tipo de apresentação, os concertos de guitarras, conhecido pelo nome de concertismo.

Guitarra flamenca.

O governo da Andaluzia tem se dedicado à apoiar a cultura flamenca. E nos dias de hoje o flamenco foi declarado pela UNESCO como uma das Obras – primas do Patrimônio Oral e Imaterial da Humanidade.

Referências:

*https://www.smithsonianmag.com/travel/complicated-history-flamenco-spain-180973398/

Compre meu e-Book na Amazon ou leia pelo Kindle Unlimited:

História da Arte: Da Idade Média, ao Renascimento e o Barroco

2 comentários em “Flamenco: origem e história

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.