Antonio da Correggio, um precursor do barroco

Muito antes do surgimento do brilhante artista do barroco Caravaggio ou da incomparável e habilidosa Artemísia Gentileschi, apareceu, no final da Alta Renascença, um artista na pequena região de Corregio, Antonio, que nasceu em 1489 e provavelmente aprendeu arte com seu irmão, que também era pintor, Lorenzo Allegri. Antonio da Corregio foi um precursor do movimento artístico do barroco introduzindo essa nova artística na Itália.

Antonio da Corregio teve um treinamento artístico mais formal com o pintor Francesco Bianchi, um artista que utilizava uma paleta de cores multicolorida como podemos ver em sua obra chamada Palla delle Tre Croci.

Palla delle Tre Croci, Francesco Bianchi.

Palla delle Tre Croci é o início de uma pintura barroca no estilo francês, tanto pela inclusão de tantas pessoas na obra, como pelas características técnicas como a cor, iluminação, claro-escuro, e a escolha pelo momento mais dramático da história da crucificação de Jesus Cristo. Além de ter se familiarizado com Francesco Bianchi, Antonio de Corregio também estudou com Francesco Francia, que pintou a Adoração da Criança:

Adoração da Criança, Francesco Francia.

Na pintura acima podemos perceber um início do barroco, com a introdução de um fundo mais escuro, mas é outrpo professor que vai ensinar efetivamente Antonio de Corregio a Pintar utilizando o preto, e esse mestre se chama Lorenzo Costa, na Imagem abaixo podemos ver uma pintura desse artista:

Pintura de Lorenzo Costa.

Uma das pinturas de Corregio em que o artista mostra toda sua habilidade como artista se chama Noli me tangere

Noli me tangere, Corregio. 

Noli me tangere é uma pintura com características barrocas, nessa representação o artista mostra uma paleta de cores um tanto colorida em que vemos a figura de Maria Madalena e Jesus um tanto sensuais e ao mesmo tempo pueris, algo totalmente barroco, mas que aparecia mais na literatura barroca do que em pinturas que geralmente enfeitavam o interior de igrejas. Temos também os contrastes e o uso do fundo escuro e da própria técnica de claro-escuro, que foi aprimorada pelo renascentista Leonardo da Vinci.

Uma outra pintura com características bem barrocas de Antonio de Corregio é Judith e Sua Criada:

Judith e sua Criada, Antonio de Corrigio.

Judith e sua Criada é uma pintura completamente barroca, o fundo é completamente preto, poderia até ser classificada como pintura maneirista se não fosse o realismo das duas figuras mulheres que estão retratadas nessa pintura. Existe uma pintura de Caravaggio que é muito parecida com essa, se chama o Menino descascando frutas.

*Curiosidade:

Judith e sua criada os temas mais populares do barroco, Artemísia Gentileschi tinha razâo em utilizar todos os temas do mundo que envolvessem cabeças, espadas, adagas, bandejas e etc, talvez até participar de todas as cenas assim da série Supernatural, se estivesse viva.

Mas o motivo para outros artistas fazerem isso era pelo drama, não que decapitações não fossem colocadas na arte, as iluminuras medievais são um tipo de arte que se você estiver inocentemente folheando pode ser surpreendido por uma cabeça numa estaca, uma pessoa no fogo, qualquer imagem pode aparecer numa iluminura medieval. Porém, as pessoas saíram da Idade Média para o Renascimento cheias de preconceitos.

Assim como nós temos preconceitos com o pessoal de antes do século XX, você sabia que existe uma enorme quantidade de gatinhos e cachorrinhos retratados em quadros famosos? a gente não percebe, por que eles são pequenos e estão no chão e no canto dos quadros e existe uma grande quantidade de gatos e cachorros retratados em quadros próprios pintados por artistas famosos.

Outra pintura famosa de Corregio se chama Martírio de Quatro Santos.

Martírio de Quatro Santos, Corregio.

Martírio de Quatro Santos também é uma pintura que pode ser considerada barroca, Corregio retratou o momento que causa mais apreensão nas pessoas, que é um pouco antes do ato acontecer, como podemos ver na pintura, o soldado está prestes a usar o objeto que está segurando nas mãos. Também podemos ver uma paleta de cores multicolorida, o artista gosta de utilizar cores como o azul, o alaranjado, o céu azulado escuro. Essa pintura lembra um pouco das feitas pelo pintor do barroco francês, Nicolas Poussin.

Uma outra pintura famosa do artista se chama A Sagrada Família com São Jerônimo:

A Sagrada Família com São Jerônimo, Correggio.

A Sagrada Família com São Jerônimo é uma obra que possui fundo preto como as pinturas de Caravaggio e Artemísia Gentileschi, nessa pintura Antonio de Correggio também apresenta domínio técnico das pinturas atribuídas ao movimento artístico do barroco.

Antonio de Correggio morreu no ano de 1534 deixando como legado na História da Arte o início do movimento artístico do Barroco.

Compre meu e-Book na Amazon: (* Você não precisa ter o Kindle mas se quiser….)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.