Emanuel Leutze e a pintura histórica nos Estados Unidos

A câmera fotográfica foi inventada no início do século XIX mas sua utilização massiva só se tornou possível perto do final do século XIX e início do século XX, antes dessa invenção nós contávamos com os artistas e suas habilidades para retratar os eventos históricos. Nos Estados Unidos, os séculos XVIII e XIX tiveram uma grande importância histórica, pois foi nesses dois períodos que ocorreram eventos como a Independência dos Estados Unidos e a Guerra Civil Americana (conhecida no Brasil como Guerra de Secessão).

A partir do Renascimento, a pintura foi evoluindo em sua qualidade técnica realista, cada vez mais os artistas estavam aperfeiçoando a arte de retratar a realidade através da pintura, o Barroco foi um movimento artístico que atingiu um grande nível de realismo tendendo ao exagero, a corrente artística posterior, o neoclassicismo deu mais sobriedade e comedimento às pinturas e então o gênero da pintura histórica se torna popular.

Emanuel Leutze nasceu no ano de 1816 na Confederação Alemã. O artista alemão é mais conhecido por sua pintura histórica americana chamada de Washington Crossing the Delaware (1851) que mostra um episódio da Guerra de Independência dos Estados Unidos (também chamada de Revolução Americana) em que George Washington cruza o rio Delaware para realizar um ataque surpresa.

Washington Crossing the Delaware, Emanuel Leutze.

O artista emigrou para os Estados Unidos com sua família enquanto ainda era uma criança de nove anos de idade, em 1825, Leutze se interessou por arte desde cedo e fazia retratos quando era adolescente. Sua grande habilidade artística fez com que conseguisse dinheiro o suficiente para voltar à Alemanha para estudar artes na famosa Academia de Artes de Düsseldorf.

Devido ao seu tempo nos Estados Unidos, o artista recepcionava os americanos que chegavam à Alemanha. O artista não se limitou a ficar apenas na Alemanha e empreendeu viagens à Itália para ver as obras dos antigos mestres.

Leutze estava na Europa quando eclodiu a Revolução de 1848 e se tornou um grande defensor dos ideais dessa revolução.

Uma de suas primeiras pinturas feitas durante sua estadia na Alemanha em Düsseldorf se chama Cristóvão Colombo antes do Conselho de Salamanca.

Uma de suas primeiras pinturas feitas durante sua estadia na Alemanha em Düsseldorf se chama Cristóvão Colombo antes do Conselho de Salamanca, Emanuel Leutze.

Cristóvão Colombo antes do Conselho de Salamanca pode ser classificada como uma pintura histórica, além de também ser uma obra neoclássica. Leutze retrata esse evento histórico usando uma paleta de cores vermelha, marrom, e pérola. Colombo mostra seus planos de viagem diante de um conselho que inclui religiosos, estudiosos e a nobreza espanhola.

Leutze fez outra pintura sobre o caminho que Cristóvão Colombo teve que percorrer para convencer alguma corte para que o patrocinasse a uma viagem para o oeste, uma dessas obras se chama Colombo diante da Rainha:

Colombo diante da Rainha, Emanuel Leutze.

Em Colombo diante da Rainha temos a figura de Cristóvão Colombo na frente do trono dos reis da Espanha, no lado direito temos uma pessoa que segura uma espécie de pergaminho enquanto a rainha se encontra com a mão no rosto e de cabeça baixa, como se estivesse entediada, ao lado dela existem algumas pessoas prestando atenção ao que Colombo está falando, o rei também tem uma expressão de tédio. O resultado dessa reunião retratada por Emanuel Leutze é conhecida, Colombo consegue o patrocínio para sua viagem ao oeste, onde ele acaba esbarrando no continente americano.

Leutze também faz diversas pinturas sobre a chamada Revolução Americana, além de Washington Crossing Delaware, o artista pintou outras obras sobre George Washington, uma delas é sobre Washington reunindo as tropas em Monmouth:

Washington reunindo as tropas em Monmouth, Emanuel Leutze.

Em Washington reunindo as tropas em Monmouth temos a figura de George Washington representada no centro da figura, em cima de um cavalo, empunhando uma espada para o alto, enquanto tem pessoas olhando para ele, outras estão se levantando, um homem até mesmo levanta o chapéu como se tivesse comemorando o discurso motivacional de Washington. Emanuel Leutze retrata George Washington como um grande herói da Revolução Americana, para isso ele coloca Washington como figura central, numa pose heróica, como se estivesse iluminado.

É interessante notar que Emanuel Leutze não é um americano nato, ele emigrou para os Estados Unidos quando era criança, sendo, portanto, um imigrante alemão. A paixão de Leutze pela história americana e seus personagens vai ser utilizado como exemplo por outros artistas quando os Estados Unidos criar um sentimento anti-alemão após a Primeira e Segunda Guerra Mundial.

Sra. Schuyler queimando seus campos de trigo na aproximação dos britânicos é uma pintura histórica de Emanuel Leutze que também retrata um episódio da Revolução Americana, ou Guerra de Independência:

Sra. Schuyler queimando seus campos de trigo na aproximação dos britânicos

Emanuel Leutze morreu em 1868 em Washington DC nos Estados Unidos.

Compre meu e-Book na Amazon:

Imagens e Referências:

https://en.wikipedia.org/wiki/Emanuel_Leutze

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.