Thomas Cole e a Escola de arte do Rio Hudson

No início do século XIX surgia na França um movimento artístico chamado de Romantismo, que teve como seu principal pintor Eugène Delacroix. Desde o século XVIII, o polo artístico que criava os maiores artistas e as tendências sobre arte havia saído da Itália e se deslocado para a França, na cidade de Paris. Então, artistas vindos de diversas partes do mundo passavam um tempo em Paris e retornavam as suas respectivas localidades. Através desse trânsito de artistas as tendências francesas se espalharam pelo mundo, principalmente na Europa. A Escola do Rio Hudson, que possui tendências do Romantismo, começou com um artista europeu, Thomas Cole, que migrou para os Estados Unidos quando ainda era um adolescente.

Thomas Cole foi um artista que nasceu na Inglaterra e emigrou para os Estados Unidos junto com sua família. Ao chegar à América, Cole começou a pintar retratos, mas não foi bem sucedido, então ele decide pintar paisagens. Nessa modalidade de pintura, Thomas Cole se tornou próspero. O artista era um autodidata e estudou as obras de outros artistas, por isso, Cole criou um novo movimento artístico com suas pinturas, chamado de Escola do Rio Hudson.

No começo de sua carreira como pintor paisagista, Thomas Cole vendeu algumas de suas pinturas, e com o dinheiro que ele recebeu decidiu viajar para o vale do rio Hudson. Suas paisagens possuem uma forte influência do Romantismo como podemos ver na sua obra chamada de Vista de Mount Holyoke, Northampton, Massachusetts, após uma tempestade:

Vista de Mount Holyoke, Northampton, Massachusetts, após uma tempestade, Thomas Cole.

Vista de Mount Holyoke, Northampton, Massachusetts, após uma tempestade; também conhecida pelo nome de The Oxbow, é uma pintura de paisagem que mostra a passagem de uma tempestade (nas nuvens do lado esquerdo). O artista escolheu um momento dramático de transição, pois a tempestade ainda aparece na paisagem, isso é uma característica do Romantismo, um movimento artístico que tende para a emoção e a dramaticidade. Além de Thomas Cole, outro artista que fazia pinturas com as mesmas características dramáticas é JMW Turner.

Uma outra pintura romântica de Thomas Cole se chama Paisagem Romântica com Torre Arruinada:

Paisagem Romântica com Torre Arruinada, Thomas Cole.

Paisagem Romântica com Torre Arruinada também é uma paisagem dramática, o artista utiliza a luz e as sombras e os contrastes para fazer com que essa tela passe dramaticidade a quem está vendo essa obra. As ruinas da torre, o céu cheio de nuvens e o naturalismo que o artista imprime nessa paisagem fazem dessa obra uma das melhores pinturas do artista.

O Curso do Império

O artista criou uma série de cinco pinturas alegóricas chamada de O Curso do Império:

O Estado Selvagem, Thomas Cole.

O Estado Selvagem é a primeira desta série de pinturas. O próprio artista faz descrição dos significados de cada pintura. Na imagem acima Cole disse que retratou o estado natural das coisas, o mundo ideal; as montanhas, as nuvens e a luz do sol rementem ao estado selvagem das coisas.

A segunda pintura da série se chama O Estado Arcadiano:

O Estado Arcadiano, Thomas Cole.

A segunda pintura da série se chama O Estado Arcadiano é uma pintura que representa a segunda fase do Império, em que o céu clareou, as pessoas estão começando a plantar, e assim surge a agricultura. A palavra árcade se refere à Arcádia, um lugar ideal e pastoral. Nessa pintura podemos ver uma construção que sai fumaça na parte do fundo, algumas pessoas em primeiro plano, os pontinhos brancos no meio da imagem são ovelhas (clique aqui para ver a imagem em alta resolução na Wikimedia Commons).

Na terceira pintura o Império atinge seu auge:

O apogeu, Thomas Cole.

Em O Apogeu o Império vive seu ápice de evolução, as construções são elaboradas, diversas pessoas aparecem na pintura. O artista retrata o céu claro, a tempestade já passou, as pessoas aparecem comemorando, os soldados estão tocando uma trombeta, é um dia de celebração das conquistas. (Clique aqui para ver a imagem em alta resolução na Wikimedia Commons). Vemos vários objetos de ouro na pintura, é como se fosse o auge do Império Romano.

Depois do auge vem a destruição, que é o tema da quarta pintura:

A Destruição, Thomas Cole.

Na pintura acima vemos o Império sendo atacado, as construções estão pegando fogo, primeiro plano estão os corpos de algumas pessoas mortas nesse ataque. (Clique aqui para ver a imagem em alta resolução na Wikimedia Commons). Thomas Cole resumiu essa pintura em duas palavras, destruição e carnificina.

A quinta e última pintura dessa série se chama Desolação:

Desolação, Thomas Cole.

Em Desolação vemos as ruínas do que um dia foi uma grande civilização, após séculos o tempo corroeu as construções e deixou uma paisagem com resquícios desse grande Império.

O artista retratou uma cidade fictícia mas vemos diversas indicações de que se trata do Império Romano, tanto pela arquitetura, quanto pelas roupas dos soldados, a estátua de um deus romano. Quando o Império Romano do Ocidente caiu (e a culpa não é somente das invasões a queda do Império Romano é o resultado de políticos corruptos – o senado romano- conspirando para fazer troca de poderes que acabaram enfraquecendo o Império resultando em sua fragmentação).

A série O Curso do Império foi feita após uma viagem do artista â Europa.

As pinturas mais conhecidas e admiradas do artista são suas paisagens fenomenais, como podemos ver em Vista distante das Cataratas do Niágara:

Vista distante das Cataratas do Niágara, Thomas Cole.

Suas técnicas artísticas ao retratar paisagens foi ensinada a outros artistas americanos como Frederic Edwin Church. Thomas Cole também é o grande responsável pelo início do movimento artístico da Escola do rio Hudson.

Compre meu e-Book na Amazon:

Um comentário em “Thomas Cole e a Escola de arte do Rio Hudson

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.