Pauline Auzou, uma artista neoclássica

A Revolução Francesa foi um fato marcante que mudou toda a história da França e da Europa como um todo. Desde correntes filosóficas e pensamentos inovadores, a chamada Revolução também foi responsável por abrir caminhos como aconteceu no caso das mulheres artistas que antes não eram permitidas no espaço artístico. Apesar da pauta das mulheres ter sido deixada de lado quando os ideias da Revolução Francesa se estabeleceram no país, as mulheres tiveram algumas conquistas. Jacques-Louis David o grande artista revolucionário aceitou ensinar mulheres que ele considerava como talentosas, uma de suas alunas foi Pauline Auzou.

Pauline Auzou nasceu no ano de 1775 em Paris na França. Apesar de ainda ser uma criança quando os eventos da Revolução ocorreram, Pauline se tornou aluna do pintor revolucionário Jacques-Louis David. O estilo artístico ensinado por David foi o neoclássico. Pauline seguiu pelo caminho da pintura histórica, algo que aprendeu com Jacques-Louis David, como podemos ver na pintura do artista chamada de Combate de Marte contra Minerva:

Combate de Marte contra Minerva, Jacques-Louis David

As características básicas da pintura de David são o formato dos corpos inspirados em deuses greco-romanos, com uma paleta de cores escolhida para representar o drama das cenas históricas que ele pintava, o uso dos contrastes, a escolha da cena a ser retratada. Sua pupila, Pauline aprendeu bem esses ensinamentos, como podemos ver na pintura da artista, Adeus de Marie-Louise a sua família.

Adeus de Marie-Louise a sua família, Pauline Auzou.

Em Adeus de Marie-Louise a sua família, encontramos os ensinamentos de David, como o uso das cores, a iluminação e o contraste. Pauline pintou a cena desse adeus usando uma paleta de cores marrom, laranja e principalmente o vermelho, além do verde para criar certo contraste. A diferença entre seu mestre e Pauline está na representação de uma cena de gênero, em que podemos ver um momento marcante mas intimista ao mostrar a família conversando, a Marie-Louise estendendo sua mão como forma de dizer adeus e o próprio ambiente doméstico da pintura.

Uma outra pintura de gênero da artista se chama Novès e Alix de Provence.

Novès e Alix de Provence, Pauline Auzou.

Novès e Alix de Provence é uma típica pintura de gênero, em que os três personagens são retratados num momento intimo e no ambiente doméstico. Pauline era uma artista neoclássica e essa pintura apresenta as características desse tipo de pintura, como os detalhes, a representação mais realista, com uma boa proporção e perspectiva; o retorno ao estilo da antiguidade clássica. Existe uma pintura de afresco que data do século I d.C e está na imagem abaixo e é conhecida pelo nome de mercador do amor:

Mercador do Amor.

Podemos traçar um paralelo entre Mercador do Amor e Novès e Alix de Provence, ambos retratam o mesmo ambiente intimista, com três pessoas interagindo, tendo duas mulheres, inclusive a composição da pintura de Pauline é um pouco parecida com Mercador do Amor.

Além de ter sido uma aluna de Jacques-Louis David, Paulina também foi uma das primeiras mulheres a expor no Salão de Paris.

Pauline fez outras pinturas de gênero como O primeiro sentido de coquetismo:

O primeiro sentido de coquetismo, Pauline Auzou.

O primeiro sentido de coquetismo é um autorretrato em que a artista parece segurando um espelho e em trajes íntimos. Pauline Auzou foi uma das artistas mulheres que estudaram o nu artístico. Em O primeiro sentido de coquetismo a figura feminina se encontra inclinada, e atrás está o que parece ser uma lareira. A artista escolheu uma paleta de cores preta, verde, creme, marrom e vermelho. Pauline retratou uma cena intimista.

A artista também fez pinturas históricas e uma delas se chama O retorno de Carlos X:

O retorno de Carlos X, Pauline Auzou.

Em O retorno de Carlos X, Pauline mostra a cena histórica do retorno do rei Carlos X. Nessa pintura vemos pessoas saudando o rei que se encontra numa carruagem, acompanhado por soldados que estão à cavalo. Essa obra retrata um ambiente externo, com diversas figuras humanas, e cheia de detalhes. Pauline mostra que também domina a pintura externa, assim como seu professor, Jacques-Louis David, a artista sabe pintar uma obra neoclássica, apresentando domínio sobre as cores, contrastes e iluminação.

A pintura de Pauline Auzou também tem uma importância na história da moda, como podemos ver na pintura Chegada da arquiduquesa Marie-Louise em Compiègne.

Chegada da arquiduquesa Marie-Louise em Compiègne, Pauline Auzou.

Chegada da arquiduquesa Marie-Louise em Compiègne vemos a figura do imperador Napoleão Bonaparte e sua esposa Marie-Louise. O casal é recepcionado por um grupo de meninas que carregam e entregam flores à Marie-Louise. É uma pintura de gênero, Pauline retrata um momento intimista, num ambiente interno, cheio d detalhes. A artista pintou com grande realismo a roupa usada por todos os personagens da pintura.

Pauline Auzou foi uma grande influência em artistas mulheres posteriores, além de sua importância na história da arte, numa época em que a sociedade estava começando a aceitar mulheres como artistas.

Imagens: Wikimedia Commons/Domínio Público

Referências:

https://en.wikipedia.org/wiki/Pauline_Auzou

https://fr.wikipedia.org/wiki/Pauline_Auzou

Compre meu e-Book na Amazon:

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.