William Merritt Chase, um grande professor de arte americano

William Merritt Chase nasceu no ano de 1849, em Niníve, no estado da Indiana, nos Estados Unidos. O artista fez parte do movimento do modernismo americano, tendo um importante papel em treinar artistas que se tornariam os expoentes da corrente artística modernista nos Estados Unidos. Uma de suas alunas foi a “mãe do modernismo” Georgia O’Keeffe, além de ter treinado o aquarelista, Charles Demuth.

A família de William Merritt Chase erade empresários, por isso eles se mudaram para Indianápolis, onde o artista se interessou por arte e se tornou um autodidata. Com uma grande habilidade artística, William Merritt Chase foi incentivado a se mudar para Nova Iorque para estudar arte. Na cidade o primeiro professor de Chase foi Joseph Oriel Eaton, um pintor retratista. Uma das pinturas de Eaton é chamada de Mãe e filhos:

Mulher e filhos. Wikimedia Commons/domínio público.

Na pintura acima podemos ver como era o estilo artístico do professor de William Merritt Chase, Joseph Oriel Eaton. O primeiro mestre de Chase apresenta uma técnica artística realista, comum para a pintura de retrtatos. O artista escolheu uma paleta de cores diversa, em que ele pode retratar as figuras representadas em Mãe e filhos de forma mais natural.

Lemuel Wilmarth foi outro professor de William Merritt Chase, Wilmarth havia estudado com o famoso artista academicista, Jean-Léon Gérôme, além de ser o fundador da Art Students League of New York.

William Merritt Chase decidiu terminar seu treinamento artístico na Europa, onde estudou na Academia de Belas Artes de Munique. Durante esse tempo em Munique, o artista pintou um de seus quadros renomados que é chamado de “Keying Up”-The Court Jester.

“Keying Up” – The Court Jester. Wikimedia Commons/domínio público.

“Keying Up”-The Court Jester é uma pintura que foi premiada com uma medalha na Exposição Centenária da Filadélfia. Nessa obra de Chase temos a figura do “bobo da corte” retratado utilizando trajes vermelhos, num ambiente interno, o bobo da corte está colocando bebida numa taça. A escolha desse cenário e tema mostram uma característica mais intimista, a pintura foi feita de forma realista, as cores são naturais, a proporção e a perspectiva também são realistas, não existe distorção nessa pintura. Atualmente essa pintura se encontra na Academia de Belas Artes da Pensilvânia.

William Merritt Chase também pintava retratos, algo que ele havia aprendido com seus professores nos Estados Unidos. Um desses retratos é sobre uma artista que também era retratista como ele, Lydia Field Emmet.

Lydia Field Emmet. Wikimedia Commons/ domínio público.

A pose de Lydia remete aos retratos feitos pelos artistas acadêmicos, a mulher retratada está numa pose mais intimista, William Merritt Chase pinta Lydia Field Emmet de corpo inteiro. O artista também pinta os detalhes, e escolhe uma paleta de cores mais sóbria.

O artista passa a viver na cidade de Nova Iorque, lugar onde William Merritt Chase é conhecido, seu estúdio é bem frequentado. Inclusive, o artista fez uma pintura retratando seu próprio estúdio, essa obra se chama Interior do Estúdio.

Interior do Estúdio, Wikimedia Commons/domínio público.

Interior do Estúdio é uma pintura em que o artista utiliza as pinceladas leves e rápidas do movimento artístico impressionista. Esse jeito de pintar resulta numa imagem em que é possível perceber essas pinceladas, além de reduzir o nível de detalhamento da pintura. O artista escolheu uma paleta de cores natural, a mulher sentada aparece lendo um livro enorme que aparenta ter textos e imagens como conteúdo, há outros livros abertos ao lado.

William Merritt Chase desenvolve o gosto de ensinar, tendo diversos alunos como Dora Wheeler Keith, uma artista bastante animada com as aulas de pintura. Chase também ensina outros artistas como Louise Upton Brumback, a própria Lydia Field Emmet, e sua aluna mais proeminente, Georgia O’Keeffe. O artista abriu uma escola de arte chamada de Chase School of Art. Chase lecionou na Academia de Belas Artes da Pensilvânia, lugar onde atualmente existe uma de suas pinturas mais premiadas.

Além de retratar o interior de ambientes, o artista também fez pinturas ao ar livre, como a obra Café da Manhã ao Ar Livre.

Café da manhã ao ar livre. Wikimedia Commons/domínio público.

Café da Manhã ao Ar Livre é uma pintura com características impressionistas, como a escolha da paleta de cores, o tema retratado e as famosas pinceladas do estilo impressionista. Essa obra lembra um pouco a de artistas impressionistas franceses que também retratavam cenas ao ar livre, o fato de pintar num ambiente externo também é uma característica do movimento de vanguardas artísticas da Europa.

William Merritt Chase morre no ano de 1916, em Nova Iorque.

Compre meu e-Book na Amazon:

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.