Umberto Boccioni, um influente artista futurista

Umberto Boccioni nasceu no ano de 1882 em Verona na Itália. O artista é conhecido por ser parte do movimento artístico futurista. Junto com Gino Severini, o artista também foi um signatário do Manifesto Futurista escrito por Filippo Tommaso Marinetti. O futurismo usava as técnicas divisionistas do neo-impressionismo com a ideia de movimento, velocidade e dinamismo. Boccioni foi um artista bastante produtivo, tendo confeccionado diversas pinturas futuristas.

A família de Umberto Boccioni sempre mudava de cidade por causa do emprego do patriarca da família que exigia transferências de cidade constantes. O artista estudou arte na Accademia di Belle Arti di Roma. Umberto Boccioni conhece Gino Severino, de quem se torna um grande amigo. Os dois artistas estudam com Giacomo Balla. Boccioni passou um breve período em Paris, e continuou seus estudos de arte na Itália na Accademia di Belle Arti di Venezia.

As primeiras pinturas de Umberto Boccioni mostram uma forte influência do divisionismo criado por Paul Signac e Georges Seurat. Podemos ver essa influência numa pintura confeccionada por Boccioni em 1909 chamada de Morning:

Morning, Umberto Boccioni.

Em Morning Boccioni cria uma pintura que tende a o neo-impressionismo, por causa da escolha da paleta de cores, a composição dessas cores e tons mostram características das técnicas do divisionismo, com os tons de cores em uma transição tipicamente neo-impressionista.

Após ter assinado o Manifesto Futurista de Marinetti, o artista começa a produzir pinturas futuristas, uma dessas obras é considerada um marco na carreira artística de Umberto Boccioni, a pintura La città che sale:

La città che sale, Umberto Boccioni.

La città che sale é uma das primeiras pinturas futuristas de Umberto Boccioni. Uma das características do futurismo é a velocidade e o movimento, podemos ver isso na representação das figuras humanas, elas aparecem contorcidas e esticadas, dando uma ideia de movimento. A posição dos corpos lembra um pouco as pinturas maneiristas que costumava, apresentar esse tipo contorcionismo pintado por Boccioni. Também podemos perceber elementos urbanos nessa pintura, existem prédios ao fundo da obra. A pintura possui grandes dimensões, com 2 metros de altura e 3 metros de largura.

A partir de La città che sale, Boccioni pinta obras futuristas como a pintura feita em 1911 conhecida como Laughter:

Laughter, Umberto Boccioni.

Laughter é uma obra que Umberto Boccioni utiliza os mesmos métodos de Gino Severini, colocando diversas informações na pintura para criar um efeito de urgência. Nessa pintura é possível ver que Boccioni não usa mais as técnicas divisionistas e pontilhistas do neo-impressionismo, a inclusão de imagens fragmentadas não torna essa pintura cubista. Boccioni mostra nessa obra que é capaz de criar pinturas originais e puramente futuristas.

Apesar de não ter usado técnicas neo-impressionistas na pintura Laughter o artista não abandona completamente o divisionismo e o pontilhismo. No ano de 1913 Boccioni pinta Dinamismo de um ciclista:

Dinamismo de um ciclista, Umberto Boccioni.

Em Dinamismo de um ciclista o artista usa o divisionismo e o pontilhismo, além da fragmentação do cubismo. Essa pintura tem uma certa semelhança com as feitas por Gino Severini. Boccioni utiliza formas contorcidas para criar a ilusão de velocidade.

N período entre 1910 e 1916 Boccioni confeccionou diversas pinturas futuristas. Uma das características do futurismo é a preferência por paisagens mais urbanas, utilizando essa ideia o artista pintou La Strada Entra Nella Casa:

La Strada Entra Nella Casa, Umberto Boccioni.

La Strada Entra Nella Casa mostra uma paisagem tipicamento urbana cheia de prédios, na parte que seria a rua vemos uma figura humana, aparentemente uma mulher, debruçada sobre o que seria uma espécie de varanda. Os prédios e o movimento da rua parecem capturar a mulher. Boccioni usou uma técnica cubista de mostrar as coisas de diversos ângulos. Essa pintura parece captar as consequências da modernidade.

Outra grande pintura de Umberto Boccioni se chama Elasticidade:

Elasticidade Umberto Boccioni.

Na pintura acima, Elasticidade, o artista cria formas contorcidas que criam o efeito de movimento e dinamismo. Umberto Boccioni usa uma paleta de cores tipicamente divisionista, com o artista fazendo a transição entre as cores como Paul Signac e Georges Seurat teorizaram. Boccioni também usa a ideia cubista de retratar as coisas de ângulos diferentes numa mesma pintura, algo que se tornaria também uma característica da pintura futurista.

O artista foi um dos teóricos do futurismo e esse movimento artístico foi uma reação à mudança que estava acontecendo no mundo com o advento da tecnologia e os efeitos da Revolução Industrial que havia transformado significativamente a vida das pessoas na Europa, com a evolução tecnológica que trouxe trens, aviões, e carros, invenções que diminuíam o tempo de deslocamento, criando essa sensação de velocidade nas pessoas.

Umberto Boccioni morreu em 1916 com apenas trinta e três anos de idade devido à um acidente de cavalo.

Compre meu e-Book na Amazon:

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.