Marc Chagall, um pintor russo surrealista

Moiche Zakharovitch, tem origem judaica e nasceu no ano de 1887, em Liozna, na Bielorrússia. O artista adotou o nome de Marc Chagall, ele pertenceu predominantemente à corrente artística do surrealismo. Chagall foi um dos artistas responsáveis pelos vitrais em diversas igrejas na França como a Catedral de Notre-Dame de Reims. O artista foi um modernista, que viveu essa época passando por diversas vertentes do modernismo como o cubismo e o fauvismo.

Chagall cresceu numa pequena comunidade judaica, passou boa parte de sua infância num ambiente calmo e tranquilo. Ele vivia numa cidade pequena e foi criado por sua mãe. Esse início de vida numa comunidade pequena de maioria judia, vai se refletir nas suas pinturas quando ele estiver adulto.

O artista começou seu aprendizado em artes na Academia de Belas Artes de São Petersburgo, na sua cidade não havia educação formal artística, pois era uma comunidade judaica e havia muito preconceito contra os judeus, por isso nessa região não tinha escolas formais. Chagall aprendeu com o artista russo chamado Yehuda Pen(Yuri Pen) que também era judeu. Uma das obras de arte de Yuri Pen é o próprio retrato de seu aluno Marc Chagall.

Marc Chagall, por Yuri Pen.

Yuri Pen tem um estilo artístico mais modernista, suas obras são coloridas com uma paleta de cores vivas. Uma outra pintura de Yuri Pen que mostra seu estilo artístico se chama Casa com cabra:

Casa com cabra, Yuri Pen.

Na pintura acima vemos uma obra artística com um estilo próprio, Yuri Pen não se encaixa em nenhuma corrente artística modernista, apesar de sua obra poder ser classificada assim, pois o artista é ousado na escolha das cores e ângulo da pintura.

Marc Chagall também aprendeu com o artista Leon Bakst. Um pintura de Bakst se chama Janta:

Janta, Leon Baskt.

Marc Chagall aprendeu a pintar com dois professores modernistas. Por isso, o artista direcionou seu estilo artístico para as novas vertentes modernistas, Chagall decidiu então ir para Paris, o foco desses movimentos de vanguarda artística.

O artista chegou à Paris no ano de 1910, uma das pinturas feitas por ele nessa época se chama O bêbado:

O bêbado, Marc Chagall.

Essa pintura do artista mostra seu choque cultural e difícil adaptação ao chegar em Paris. Chagall não era muito familiarizado a cultura francesa e a vida que os artistas tinham em Paris, que era um estilo de vida mais boêmio, com reuniões em festas e cafés. Em O bêbado vemos uma imagem em que existe um homem com a cabeça separada do corpo, e com uma garrafa de bebida próximo à boca. Quanto as características mais técnicas, o artista pinta um estilo artístico que se encaixa no surrealismo, que trabalha com esses temas do psicológico do pintor.

Uma outra obra do artista feita por volta do ano de 1912 se chama O violinista:

O violinista, Marc Chagall.

O violinista também é uma pintura modernista que pode ser encaixada no surrealismo. O artista mostra uma representação que também se aproxima um pouco do cubismo, ao fazer essa “colagem” de imagens, que é uma característica da pintura cubista.

Quando Marc Chagall chegou em Paris o cubismo estava sendo apresentado ao público e estava se tornando popular, por isso o artista também tem pinturas cubistas como O tropeiro, O negociante de gado:

O tropeiro, O negociante de gado; Marc Chagall.

O tropeiro, O negociante de gado é uma pintura que mistura cubismo com o estilo artístico de Marc Chagall, que domina as cores no contexto da arte modernista. Como uma pintura cubista, essa obra possui um tamanho grande, com quase um metro de altura e dois metros de largura. Nessa obra o artista mostra uma certa fragmentação da imagem e um pouco de geometria triangular, mas Chagall também usou um pouco da arte surrealista na sua pintura, pela cor e a escolha dos temas.

Marc Chagall casou com Bella Rosenfeld e fez um retrato de sua esposa chamado de Bella com colarinho branco:

Bella com colarinho branco, Marc Chagall.

Bella com colarinho branco é uma obra com características surrealistas como a escolha de cores e a preferência por retratar temas mais sentimentais, como o retrato de sua esposa que parece estar num campo verdejante.

Chagall retornou à Rússia para buscar sua esposa, porém nessa época aconteceu a Revolução Socialista da Rússia e o início da Primeira Guerra Mundial. O artista trabalhava em São Petersburgo pintando e expondo seus quadros, com isso ele conseguiu atrair a atenção do público e principalmente dos colecionadores de arte.

O artista retornou à França após o ano de 1923, a Europa passaria pela Segunda Guerra Mundial, período em que os nazistas avançavam e invadiam países. Uma das frustrações de Hitler era não ter conseguido se tornar um artista, por isso, a arte foi uma das coisas que foram perseguidas pelos nazistas, que consideravam a arte moderna como algo degenerado. Chagall foi para os Estados Unidos perto do fim da Segunda Guerra Mundial.

Marc Chagall morreu no ano de 1985.

Compre meu livro na Amazon:

Um comentário em “Marc Chagall, um pintor russo surrealista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.