Tintoretto, um artista maneirista

Jacopo Comin mais conhecido pelo nome de Tintoretto, nasceu no ano de 1518 em Veneza na Itália. O artista faz parte do movimento artístico do maneirismo, junto com Ticiano e Paolo Veronese. Além de ser conhecido como Tintoretto, por causa de seu pai que trabalhava como tintureiro, Tintoretto significa pequeno tintureiro, o artista também era conhecido como O Furioso, por causa do seu grande ânimo na hora de pintar.

O artista aprendeu técnicas artísticas com o famoso e renomado artista Renascentista Ticiano, porém Tintoretto ficou apenas uns dias no estúdio de Ticiano, pois este havia ficado com raiva e indignado com o incrível talento de Tintoretto. Mesmo que tenha ficado pouco tempo aprendendo formalmente, sua pintura ainda assim é influenciada por Ticiano. Uma das obras de Ticiano que mostram um pouco do que Tintoretto aprendeu com o artista é Salomé com a cabeça de São João Batista:

Salomé com a cabeça de São João Batista, Ticiano.

Nessa obra de Ticiano podemos ver um pouco do movimento artístico do maneirismo, por causa de sua paleta de cores, o contraste, e a iluminação.

Após esse breve período com Ticiano, Tintoretto começou a estudar por conta própria e trabalhou com outros artistas como um auxiliar, assim como fez quando pintou junto com Andrea Schiavone, um artista italiano do Renascimento. Tintoretto observou pinturas feitas por Michelangelo para aperfeiçoar sua técnica artística.

Uma das obras de Tintoretto que mostram um pouco da característica das pinturas de Ticiano é A Ceia em Emaús:

A Ceia em Emaús, Tintoretto.

A pintura acima feita por Tintoretto mostra características do movimento artístico do maneirismo, como figuras se alongando, um pouco distorcidas, a utilização do fundo preto, os contrastes. Um detalhe pode passar despercebido nessa pintura, o gatinho pintado embaixo no canto esquerdo.

Detalhe do gatinho na pintura de Tintoretto.

O maneirismo é uma corrente artística que antecipa o movimento artístico seguinte, o Barroco.

Esta obra, A Ceia de Emaús, foi pintada entre os anos de 1541-1542 d.C, o artista havia aberto um estúdio um ano antes da confecção dessa tela.

Tintoretto queria ser o artista mais conhecido de sua época, ele aplicava preços menores nas encomendas de pinturas feitas por ele. Uma das obras conhecidas é o Milagre do Escravo.

Milagre do Escravo, Tintoretto.

Essa pintura também apresenta características maneiristas marcantes, além da impressão de movimento passada pelos personagens que estão representados nessa obra, o excesso de figuras humanas nesse quadro é considerado uma característica do maneirismo. A cena retratada por Tintoretto nessa pintura mostra um alto grau de emoção e é extremamente teatral.

A pintura Milagre do Escravo foi uma grande encomenda feita ao artista pela Scuola Grande di San Marco. Tintoretto aproveito essa oportunidade para compor essa grande obra prima que é essa pintura confeccionada por ele.

Paolo Veronese era tido como uma espécie de rival por Tintoretto, pois Veronese pegava a maioria das encomendas artísticas feitas pela Igreja e os grandes patronos da arte.

Outra obra feita por Tintoretto e encomendada pela Scuola Grande di San Marco, é a Descoberta do Corpo de São Marcos:

Descoberta do Corpo de São Marcos, Tintoretto.

A Descoberta do Corpo de São Marcos é uma obra ousada do artista, pois ele utiliza contrastes dramáticos, além de ter escolhido uma paleta escura, com tons terrosos, essa pintura também é muito teatral e dramática, pois mostra o espanto com a descoberta do corpo, além do fundo escuro feito pelo artista.

O artista fez as encomendas da Scuola Grande di San Rocco, esse lugar escolheu ele como o artista quando fizeram um concurso e Tintoretto ganhou. O pintor maneirista trabalhou durante vinte e cinco anos até concluir a decoração do interior desse edifício.

Tintoretto, graças a suas pinturas e preços baixos, ficou conhecido por toda a Veneza, tendo Paolo Veronese como rival.

Uma das pinturas mais ambiciosas de Tintoretto é a obra Paraíso:

(Venice) Jacopo Tintoretto – Gloria del Paradiso – Sala del Maggior Consiglio

Paraíso é um grande mural com 22 metros de largura e nove metros de altura. Tintoretto leva o maneirismo ao extremo nessa obra, como a utilização do contraste e iluminação dramática, o uso do fundo preto, e a enorme quantidade de personagens pintados nesse mural. Essa pintura foi pedida orginalmente â Paolo Veronese, porém Veronose morreu antes de poder iniciar a pintura desse mural.

Tintoretto possui uma versão própria do tema A Última Ceia:

A Última Ceia, Tintoretto.

Nessa pintura fica nítido a evolução do movimento artístico do Renascimento ao Maneirismo, que transitará para o Barroco. Podemos ver que essa obra é muito mais dramática por causa do uso dos contrastes, a iluminação, as sombras. Jesus Cristo possui uma luz própria que ilumina todo o cenário. Também tem os anjos transparentes como se fossem espíritos. Existe a expressão dos personagens na pintura que dão dramaticidade a cena.

Após a conclusão de sua grande obra, Paraíso, Tintoretto não fez mais nenhuma encomenda tão grande, embora A Última Ceia seja uma pintura feita após o Paraíso.

Tintoretto morreu no ano de 1594 d. C, provavelmente de uma infecção no estômago. Tintoretto está incluído no trio de artistas de melhores artistas da renascença tardia junto com Ticiano e Paolo Veronese.

Compre meu livro na Amazon:

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.