Salvador Dalí e Joan Miró, surrealismo

Salvador Dalí i Domènech nasceu no ano de 1904, em Figueras, na Catalunha. Dalí foi um grande artista do movimento artístico chamado de Surrealismo. Ele é considerado um dos maiores representantes desta corrente artística. Também ganhou o título de Marquês de Dalí de Púbol, que foi criado pelo rei Juan Carlos I da Espanha especialmente para o artista. Salvador Dalí inventou o método crítico-paranóico, que se tornou parte do surrealismo.


O artista se interessou por arte e estudou na Escola Municipal de Desenho de Figueras, seu pai organizou uma exposição com os desenhos feitos por Salvador Dalí, o artista também participou de uma exposição artística coletiva em Figueras e outra em Barcelona. A família de Dalí era amiga de um artista local que apresentou Salvador Dalí a arte moderna. Suas primeiras obras de arte tem clara inspiração impressionista.

Salvador Dalí, pixabay.

No ano de 1922 o artista se muda para Madrid onde se inscreve na Real Academia de Belas Artes de San Fernando. Junto com seus amigos, Salvador Dalí começa a estudar os textos de Sigmund Freud sobre inconsciente e sonhos e utilizou isso nas suas obras de arte surrealistas.

Salvador Dalí fez pinturas surrealistas sobre a morte de seu irmão, que morreu quando ele era criança, o artista também pintava natureza morta. O tema da física nuclear impressionou o pintor depois que aconteceu o bombardeio de Hiroshima e Nagasaki. Salvador Dalí também pintava sobre comida e animais. Uma de suas obras de surrealismo mais famosa é A Persistência da Memória.

Persistência da Memória, Salvador Dalí.

Joan Miró

Joan Miró também é um artista representante do movimento artístico do Surrealismo. Miró nasceu no ano de 1893 na cidade de Barcelona na Espanha e começou a se interessar por arte desde quando era criança e tinha apenas oito anos de idade. No ano de 1907, Miró se matriculou na Academia de Belas Artes de Llotja.

As primeiras obras de Miró, assim como no caso de Salvador Dalí, foram inspiradas nos movimentos artísticos anteriores como impressionismo, fauvismo e cubismo. Miró, por causa dessas influências em suas primeiras obras, o artista chegou a ser chamado de fauvista espanhol, e este período também é denominado de período fauvista catalão.

Joan Miró pintou em 1917 uma obra com claras influências de Vincent Van Gogh. ela se chama o retrato de Vincent Nubiola. Este quadro foi adquirido por Pablo Picasso que ficou por um tempo com esta pintura, atualmente ela se encontra num museu na Alemanha.

Retrato de Vincent Nubiola, Miró.

Uma de suas primeiras obras consideradas como surrealistas é a pintura chamada de O campo arado. Esta obra descreve uma imagem de uma propriedade da família na Catalunha.

O campo arado, Joan Miró.

Ernest Hemingway comprou uma obra de arte de Joan Miró que o artista fez com o mesmo tema sobre sua propriedade em Mont-roig del Camp, na Catalunha, a pintura se chama a fazenda, e hoje em dia se encontra na Galeria de Arte de Washington D.C.

A fazenda, Miró.

Miró teve contato com as obras de arte modernistas na galeria Dalmau, o dono deste mesmo local, Joseph Dalmau, também fez uma exposição com as obras de arte do artista em Paris e também em Barcelona.

Quando o artista foi à Paris no ano de 1924, Miró conheceu um grupo de poetas do movimento artístico do surrealismo. O pintor se encontrava num momento de crise existencial e criativa, então, André Breton cria o Manifesto Surrealista, o qual o artista acaba assinando. Por causa disto, Miró é considerado pelo movimento como o mais surrealista de todos.

Assim como Salvador Dalí, o artista também pinta sobre temas inspirados em sonhos e no inconsciente. Uma das obras mais conhecidas e admiradas neste período surrealista, é chamada de O Carnaval Arlequim, Miró participa de diversas exposições nesta época e o o artista tem uma recepção muito boa do público.

Carnaval Arlequim, Miró.

Esta pintura foi confeccionada entre os anos de 124 e 1925 e é considerada uma das obras de arte mais importantes deste período. Miró passou por um momento muito difícil economicamente e chegou a passar fome, por isso ele disse que se inspirou nos delírios que a fome provocava nele.

O artista foi apresentado a uma obra de arte gráfica, no ano de 1925, inventada por um grupo de surrealistas, ela se chama Exquisite Corpse.

Exquisite Corpse.

Após o ano de 1930, Joan Miró rompe com os surrealistas e começa a produzir esculturas, mosaicos e paredes de cerâmica. Uma de suas obras de arte desta fase é um muro de cerâmica que se encontra no Museu Wilhelm-Hack na Alemanha.

Parede de Cerâmica, Joan Miró.

Salvador Dalí e Joan Miró entraram para a história da arte moderna como dois grandes artistas do movimento artístico do surrealismo.

Compre meu livro na Amazon:

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.