Alfred Sisley, um grande paisagista impressionista

Alfred Sisley nasceu no ano de 1839 em Paris, e foi um artista importante do movimento artístico do impressionismo. Sisley é um dos pintores menos conhecidos entre artistas como Claude Monet e Pierre-Auguste Renoir. Mesmo assim, suas pinturas são importantes, pois Sisley também participou do movimento impressionista além de ser reconhecido como um dos melhores paisagistas desta corrente artística.

O artista é filho de pais britânicos e foi para Londres para estudar para uma carreira no comércio, porém retornou a Paris para estudar arte. Sisley foi aprender técnicas artísticas no ateliê de Charles Gleyre, que também era professor na Escola de Belas Artes de Paris.

No ateliê, Sisley, fez amizades com outros impressionistas, como Claude Monet. Juntos os amigos pintavam ao ar livre. O artista participou de exposições mas não teve um bom retorno financeiro. Os problemas financeiros acompanhariam Alfred Sisley pelo resto da vida, infelizmente o negócio do seu pai entrou em falência quando aconteceu a Guerra Franco-Prussiana em 1870.

Uma das obras que o artista pintou no mesmo período em que ele pintava junto com os artistas impressionistas ao ar livre é a obra Borda da floresta de Fontainebleau.

Borda da floresta de Fontainebleau, Alfred Sisley.

Sisley teve como influência outro grande paisagista chamado Jean-Baptiste Camille Corot, o mesmo que ensinou as irmãs Morisot a pintarem obras de arte.

O artista, assim como outros pintores franceses na época, teve problemas quando aconteceu a Guerra Franco-Prussiana. Sisley fugiu de Louveciennes e após o término deste conflito ele retornou a esta cidade, porém descobriu que teve seu ateliê devastado por causa da invasão da região que aconteceu durante a guerra.

Claude Monet e Pissaro apresentaram a Sisley o colecionador de arte Paul Durand-Ruel, que se tornou um dos grandes clientes de Alfred Sisley, adquirindo diversos quadros do artista. Quando Sisley participou de uma edição da exposição de Paris, ele exibiu um quadro chamado Vista do Canal Saint-Martin, que foi revendido por apenas 170 francos (Se comparar com Bouguereau, ele vendia suas obras no valor de 20 a 30 mil francos).

Vista do Canal Saint-Martin, Alfred Sisley.

Na Primeira Exposição dos Impressionistas, Alfred Sisley exibiu seis quadros, entre eles está a pintura abaixo, La Seine em Port-Marly.

La Seine em Port-Marly, Alfred Sisley.

Alguns historiadores de arte não tem certeza sobre se a obra registrada como La Seine em Port-Marly é realmente a pintura acima, mas mesmo assim, estas pinturas de Alfred Sisley eram vendidas por um valor baixo.

Por causa de Claude Monet, Alfred Sisley teve suas pinturas de paisagem sendo menos reconhecidas. Monet utilizava uma paleta de cores mais alegre e colorida do que Sisley que no começo pintava paisagens mais escuras com tons de azul e verde. O artista pintou uma obra com tons verdes, marrons e tons de azul, na pintura abaixo Sob a ponte Hampton Court:

Sob a ponte Hampton Court, Alfred Sisley.

Apesar dos dois artistas, Claude Monet e Alfred Sisley, tenham pintado sobre o tema de paisagem, as obras de Claude Monet são mais ensolaradas, como podemos ver na pintura Mulher no jardim.

Mulher no Jardim, Claude Monet.

Os historiadores de arte consideram que Alfred Sisley é o representante mais puro do movimento impressionista, pois nas paisagens pintadas pelo artista as figuras humanas são apenas contornos no cenário. O artista pintou paisagens com neve, algo que outros artistas impressionistas evitavam, uma de suas obras com este tipo de cenário é Place du Chenil em Marly, efeito neve:

Place du Chenil em Marly, efeito neve, Alfred Sisley.

Esta pintura tem influências das gravuras japonesas, Ukiyo-e, que eram muito populares na Europa, principalmente entre os artistas impressionistas.

Ao contrário dos pintores no século XIX, que transitavam entre diversos estilos artísticos além do impressionismo, como o divisionismo, pontilhismo e até mesmo num pós-impressionismo, Alfred Sisley não desenvolveu outros estilos de pintura, permanecendo fiel ao impressionismo.

Assim como Claude Monet, Alfred Sisley fez diversas pinturas em série, um de seus cenários favoritos eram os canais do rio Sena. O artista também explora diferentes efeitos que o sol tem sobre a paisagem e utiliza em suas pinturas, como acontece na obra Igreja:

Igreja, Alfred Sisley.

Alfred Sisley também trabalha em temas como ruas, estradas e a água. Porém apenas quando o artista viajou para Grã-Bretanha ele pintou uma paisagem marítima, como na obra Langland Bay, Storr’s Rock:

Langland Bay, Storr’s Rock, Alfred Sisley.

Esta pintura foi feita no ano de 1897, em sua segunda visita a Grã-Bretanha. Na primeira viagem o artista pintou a obra Molesey Weir, morning:

Molesey Weir, Morning, Alfred Sisley.

Este quadro foi pintado no ano de 1874. O artista também é criticado por não mudar seu estilo artístico com o passar dos anos, pois como podemos ver nestas duas pinturas não existe uma grande mudança no jeito do artista pintar suas obras.

Alfred Sisley morreu por causa de um câncer na garganta no ano de 1899. A morte de Sisley literalmente fez o valor de suas obras de arte aumentar significativamente, uma pintura que o artista fez no ano de 1872 foi vendida por um valor entre 150 e 200 francos, quando ele morreu a mesma pintura no dia seguinte foi negociada a um valor de 35 mil francos.

Compre meu livro na Amazon:

Um comentário em “Alfred Sisley, um grande paisagista impressionista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.