The Thankful Poor, Henry Ossawa Tanner

The Thankful Poor é uma pintura de Henry Ossawa Tanner. O artista é conhecido por ser o primeiro pintor afro-americano a ser reconhecido internacionalmente. A carreira de Tanner se tornou um marco do primeiro negro em várias diversos caminhos artísticos, como o primeiro a ser aceito na Academia de Belas Artes da Pensilvânia, o favorito do renomado professor realista norte-americano Thomas Eakins.

Tanner foi um grande gênio artístico e com seu talento conseguiu unir o realismo americano com o impressionismo francês. Uma das pinturas que representam isso é The Thankful Poor.

The Thankful Poor, Henry Ossawa Tanner. (Wikiart/Domínio Público)

The Thankful Poor é uma pintura que mistura o impressionismo com o realismo. Na tela vemos duas pessoas sentadas frente a frente numa mesa, falando as preces antes das refeições (Thankful, em tradução livre). Os dois parecem ser neto e avô são negros, estão em um cenário que parece ser simples, o menino está num banco, não tem muita comida na mesa. A representação do que está na obra é o que confere o caráter realista, o impressionismo está nas pinceladas leves, a mistura de cores e a iluminação que mostram uma realidade tão dura de uma forma francesa.

Além disso, existe a representação da religiosidade dos afro-americanos, que apesar de não estarem diante de uma mesa tão farta e não vivenciarem a mesma realidade dos brancos, ainda assim não deixam de lado a tradição cristã dividida por todos os americanos nesta época.

Compre meu e-Book na Amazon:

Um comentário em “The Thankful Poor, Henry Ossawa Tanner

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.