Paulus Moreelse, um artista da Era de Ouro da Pintura Holandesa

Paulus Jansz. Moreelse nasceu no ano de 1571 em Utrecht na Holanda. O artista fez parte da Era de Ouro da Pintura Holandesa. O pintor holandês produziu principalmente pinturas do gênero de retratos. Moreelse também participou da fundação da nova Guilda de São Lucas. O pintor também fez parte do movimento artístico conhecido pelo nome de maneirismo, além de algumas pinturas que podem ser colocadas na categoria de obras de arte barrocas.

O artista começou seu treinamento artístico com outro pintor da Era de Ouro da Pintura Holandesa chamado Michiel Jansz. van Mierevelt, que também era um retratista, podemos ver na pintura abaixo, Retrato de uma Mulher, o que Moreelse aprendeu com Mierevelt.

Retrato de uma Mulher, Michiel Jansz. van Mierevelt.

Retrato de uma Mulher é uma pintura de Michiel Jansz. van Mierevelt com características do movimento artístico do barroco como o nível de detalhes representados na imagem, as mãos da mulher são muito realistas, os babados na manga, o colarinho do vestido, o adorno no cabelo, e a ornamentação do corpete no vestido, foram retratados com um grande nível de realismo e cheio de detalhes; o fundo escuro que confere um destaque maior para a mulher retratada também é uma característica barroca.

Moreelse aprendeu muito bem a pintar retratos com seu mestre Michiel Jansz. van Mierevelt, em seu Retrato de Madame Van Schurman podemos ver que o artista assimilou a arte de Mierevelt.

Madame Van Schurman, Paulus Moreelse.

Retrato de Madame Van Schurman é uma pintura com características barrocas, por causa do nível de detalhes na pintura. Esse movimento artístico que surge após o maneirismo possui esses elementos como retratar o que aparece na tela com o maior realismo possível, mas sem se utilizar de cores muito chamativas e multicoloridas, é sempre preferível as cores mais sóbrias ou se for usar esse tipo de paleta de cores ela serve para retratar outros tipos de gêneros em cenas mais dramáticas que exigem esse recurso estético. Nessa pintura Paulus Moreelse inclui algo novo que é o brasão da família, geralmente nos retratos anteriores de casamento não havia nada que indicasse a família que o artista estava pintando.

Moreelse empreendeu uma viagem para Roma, alguns anos depois de Ticiano ter passado um tempo em Roma, ter feito uma série de pinturas sobre a Vênus, e ter se tornado um sucesso no gênero de retratos. Algum tipo de inspiração provavelmente Moreelse pode ter tido com as obras de Ticiano que se encontravam em Roma na época que ele passou por essa região. Existe uma pintura de Paulus Moreelse que pode ter sido inspirada nas obras de Ticiano ela se chama Garota com espelho, alegoria do amor profano.

Garota com espelho, alegoria do amor profano, Paulus Moreelse

Garota com espelho, alegoria do amor profano é uma pintura de Paulus Moreelse que possui características barrocas e parece ser inspirada nas obras de Ticiano. Ao fundo temos uma pintura que tem um tema da mitologia grega, algo que faz parte do barroco, retratar esse tipo de tema. Quem encomendou essa pintura tinha dinheiro, pois Moreelse usou as duas cores mais caras da época, o amarelo cádmio e o azul ultramarino. A mulher está com um livro aberto mas não é a Bíblia, e possui várias joias sobre a mesa, ela é muito jovem para ser uma cafetina muito rica. O artista parece ter tirado inspiração na pintura de Ticiano chamada de Vênus no Espelho.

Vênus no espelho, Ticiano.

Além de receber encomendas de retratos, Paulus Moreelse também pintava alegorias sobre mitologias gregas e romanas. Uma das pinturas mitológicas de Paulus Moreelse se chama Vertumnus e Pomona.

Vertumnus e Pomona, Paulus Moreelse.

Vertumnus e Pomona é uma pintura sobre as divindades romanas de mesmo nome, elas são as deusas dos jardins e pomares. Moreelse fez uma obra tipicamente barroca, temos nessa pintura os elementos desse movimento artístico como o fundo mais escuro que coloca mais destaque sobre as duas divindades que foram representadas pelo artista.

O pintor utiliza as técnicas de claro e escuro para dar mais contraste a essa obra, além da iluminação. A mulher do lado esquerdo segura uma uva e uma ferramenta para cortar uva, enquanto a senhora do lado direito segura uma bengala e aponta para o céu, como se fosse uma representação para a época da colheita. Outro elemento no cenário são as maçãs que se encontram caídas pelo chão. Esse olhar de baixo para cima o artista também usa o mesmo ângulo e enquadramento em suas outras pinturas como na obra A Garota no Espelho.

Paulus Moreelse morreu no ano de 1638.

Compre meu e-Book na Amazon:

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.