Cesare Dell’Acqua um pintor histórico italiano

Cesare Dell’Acqua nasceu no ano de 1821 em Piran na Eslovênia. O artista foi um grande pintor de aquarelas além de suas obras históricas. Dell’Acqua também fez parte do grupo de artistas orientalistas que surgiu no século XIX. O pintor é responsável por criar ilustrações e fazer pinturas sobre a corte do Império Austro-Húngaro, principalmente dos imperadores Franz Joseph I e Elisabeth I da Baviera, mais conhecida como Imperatriz Sissi e também pintou o arquiduque Maximiliano, futuro imperador do México.

Sua mãe o levou para Kopen, depois para Trieste, então suas habilidades artísticas foram notadas e o artista foi encorajado a estudar arte. Cesare Dell’Acqua decidiu se mudar para a Itália, se matriculou na Academia de Belas Artes de Veneza, onde estudou técnicas artísticas com Michelangelo Grigoletti, podemos ver o estilo artístico de Grigolletti, mestre de Cesare Dell’Acqua na obra chamada de Retrato de Família.

Retrato de Família, Michelangelo Grigoletti.

Retrato de Família é uma pintura que possui características da arte acadêmica da Itália, que se difere um pouca da francesa. A imagem tem elementos do movimento artístico do rococó, ficando visível numa das mulheres retratadas que segura uma espécie de corda de flores. Essa característica mais leve aprendida com Michelangelo Grigoletti, Cesare Dell’Acqua vai levar como um grande ensinamento para sua pinturas.

O artista também teve contato com o movimento artístico nazareno. Cesare Dell’Acqua fez algumas obras de arte com o tema dos imperadores da Áustria Franz Jospeh I e Elisabeth da Baviera, uma dessas obras está na imagem abaixo, uma litografia chamada de Baile no Palazzo della Borsa em homenagem ao imperador e imperatriz da Áustria.

Baile no Palazzo della Borsa em homenagem ao imperador e imperatriz da Áustria, Cesare Dell’Acqua.

Baile no Palazzo della Borsa em homenagem ao imperador e imperatriz da Áustria é mais uma ilustração do que uma obra de arte completa de verdade. Cesare Dell’Acqua representa nessa imagem um evento social dedicado aos imperadores do Império Austro-húngaro (que teria essa parte Húngara graças a Imperatriz conhecida pelo nome de Sissi). Essa ilustração é uma das contribuições históricas do artista.

Essa litografia possui uma estética idealista misturada com realismo, enquanto as figuras apresentam proporções, e o artista se esforça pra usar uma paleta de cores mais realista possível, ele ainda é impedido pela forma que essa representação artística é reproduzida, através de uma litografia.

A figura da Imperatriz Sissi ou Elisabeth da Baviera no acordo que levou ao tratado que uniu a Hungria ao Império Austríaco foi tema de uma outra pintura de Cesare Dell’Acqua, a pintura abaixo que se chama Estudo da Alegoria de Triste representa esse tema:

Estudo da Alegoria de Trieste, Cesare Dell’Acqua.

Em Estudo da Alegoria de Trieste vemos no lado esquerdo pessoas com vestes parecidas com as húngaras do século XIX e ao lado direito uma mulher de perfil com uma coroa com traços parecidos com a Imperatriz Sissi, com um anjo segurando um papel, como se fosse o tratado a ser entregue para a Imperatriz.

Nessa pintura, Estudo da Alegoria de Trieste, vemos que as duas figuras principais estão de perfil, e o jeito que estão dispostas colocam a obra na categoria neoclássica, nessa época a cidade de Pompeia, que foi soterrada pelo vulcão Vesúvio estava sendo redescoberta, e muitos afrescos descobertos nessa cidade romana apresentavam essa mesma características, até mesmo na paleta de cores. Os artistas estavam impressionados com a arte da antiguidade, Cesare Dell’Acqua, aparentemente, foi um deles.

Uma outra pintura sobre esse mesmo tema de retratar eventos que os imperadores participaram como a pintura “A Imperatriz Elisabeth e o Imperador Franz Joseph I st da Áustria vêm ao Castelo Miramare para encontrar o Arquiduque Maximiliano e sua esposa Charlotte da Bélgica, em 1865”.

“A Imperatriz Elisabeth e o Imperador Franz Joseph I st da Áustria vêm ao Castelo Miramare para encontrar o Arquiduque Maximiliano e sua esposa Charlotte da Bélgica, em 1865” , Cesare Dell’Acqua.

“A Imperatriz Elisabeth e o Imperador Franz Joseph I st da Áustria vêm ao Castelo Miramare para encontrar o Arquiduque Maximiliano e sua esposa Charlotte da Bélgica, em 1865” é uma pintura que retrata um evento que o artista registrou numa obra. Cesare Dell’Acqua também foi contratado pelo Arquiduque Maximiliano para decorar o palácio Miramare.

Mesmo pintando com materiais adequados, como tinta à óleo e uma parede o artista ainda faz pinturas um pouco idealizadas como podemos ver em A colheita de uva em Pompeia.

A colheita de uva em Pompeia, Cesare Dell’Acqua.

A colheita de uva em Pompeia apresenta características do movimento neoclassicista, embora o artista tenha estudado com pintores que ainda possuíam elementos do rococó, Dell’Acqua pintava obras neoclássicas.

Cesare Dell’Acqua morreu no ano de 1905.

Referências e Imagens:

https://fr.wikipedia.org/wiki/Cesare_Dell’Acqua

Compre meu e-Book na Amazon:

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.