John La Farge, um grande artista de Vitrais

John La Farge nasceu em 1825 na cidade de Nova Iorque nos Estados Unidos. O artista foi um grande pintor, ilustrador e design de interiores mas o seu trabalho mais conhecido é a produção de vitrais, tendo até mesmo patenteado uma de suas técnicas de produção e colocação de vitrais e com isso se tornando um grande rival de Louis Comfort Tiffany, um dos primeiros diretores de design da grande empresa de joalheria famosa conhecida pelo nome de Tiffany & Co. ou apenas Tiffany para os mais íntimos.

O artista vitralista era filho de pais franceses, John La Farge viajou para Paris por causa de sua vocação artística e na cidade estudou técnicas artísticas com Thomas Couture, um pintor que ensinou artistas como Édouard Manet. La Farge como um pintor fazia obras de paisagem como podemos ver na pintura abaixo chamada de Diadema ao pôr do sol, Taiti.

Diadema ao pôr do sol, Taiti, John La Farge.

Diadema ao pôr do sol, Taiti é uma pintura de paisagem com uma paleta de cores multicolorida, o artista usou as cores lilás, azul, verde-água para pintar o céu as montanhas, criando um efeito bonito. No primeiro plano La Farge pintou a mata fechada que deveria estar na frente dele, o artista foi muito habilidoso em retratar esse tipo de vegetação que pode ser um desafio de se retratar numa pintura. John La Farge, quando retornou aos Estados Unidos depois de sua estadia na França aprendendo com Thomas Couture, teve contato com artistas da Escola do Rio Hudson, por isso deve ter aprendido algumas técnicas de pintura de paisagem com esses pintores.

O artista também pintava a paisagem dos lugares por onde passava como podemos ver em A Grande Estátua do Buda Amida em Kamakura.

A Grande Estátua do Buda Amida em Kamakura, John La Farge.

A Grande Estátua do Buda Amida em Kamakura é uma pintura que podemos chamar de pintura turística, como aquelas que vemos em fotos de pontos turísticos. La Farge tem uma grande habilidade de criar pinturas realistas e escolhe um bom ângulo. Claro que leva horas para confeccionar uma tela e se for pintura à óleo estamos falando de dias ou semanas até que a pintura esteja completamente pronta, utilizando os materiais do século XIX, por isso vamos falar sobre os famosos vitrais de John La Farge…

Um dos vitrais do artista se encontra no Unity Church, North Easton, Massachusetts, USA, e está na imagem abaixo:

Anjos da Guarda, John La Farge.

Anjos da Guarda é um vitral diferente daqueles que encontramos em igrejas góticas, que são feitos com peças quase do mesmo tamanho. O vitral de La Farge possui um tamanho grande nos anjos, usando a técnica do cloisonné*, que faz contornos em volta de uma cor, a roupa dos anjos possui esse mesmo contorno. No que seria o fundo do vitral temos vidro de tamanho bem pequeno em forma de bolinhas minúsculas.

*Cloisonné

Cloisonné.

O Cloisonné são os contornos de cor dourada que aparecem na peça acima.

Um outro vitral confeccionado por John La Farge que ele utiliza os contornos do cloisonné estão na imagem abaixo:

Anjos da Tumba, John La Farge.

Em Anjos da Tumba, John La FArge também fez aqueles contornos do cloisonné, e é possível ver a técnica de sobreposição de vidros que ele utilizou que levou o artista a entrar em conflito com Louis Comfort Tiffany, que é quase o mesmo efeito que ele usou na pintura que eu mostrei na primeira imagem quando ele mistura lilás, azul, e verde-água, é possível ver que essa mistura aparece em alguns dos pedaços de vidro que compõe esse vitral.

Além de retratar assuntos religiosos como anjos, John La Farge também fez vitrais com flores e elementos da natureza como podemos ver na imagem abaixo.

Flores, John La Farge.

O Vitral acima tem o tema de flores, mas dessa vez ele não utilizou o contorno cloisonné, parece que esse tipo de técnica ele reservava a representações humanizadas. Mesmo assim o artista criou uma imagem usando vidros de diferentes tamanhos para representar coisas diferentes, as flores ficaram com os fragmentos menores e o fundo com os maiores.

Como pintor John La Farge pintava pessoas além das paisagens e também era mito conhecido por seus murais, infelizmente esse tipo de pintura não costuma durar muito, principalmente se estiver muito exposta e não for pintada com a técnica de afresco. O artista também pintava pessoas em suas obras como podemos ver na pintura abaixo.

Garotas carregando uma canoa em Samoa, John Le Farge.

John La Farge morreu em 1910.

Imagens e Referências:

https://en.wikipedia.org/wiki/John_La_Farge

Compre meu e-Book na Amazon:

2 comentários em “John La Farge, um grande artista de Vitrais

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.