Marguerite Gérard, uma grande pintora do Rococó

Marguerite Gérard nasceu no ano de 1791 em Grasse na França. A artista faz parte do movimento artístico chamado de rococó. Por ser mulher Marguerite enfrentou diversas dificuldades, principalmente na educação em arte nas instituições e escolas artísticas, que era algo negado às mulheres. Mesmo assim, a artista conseguiu superar os obstáculos e expôs suas obras na famosa exposição do Salão de Paris, se tornando uma das artistas mais influentes e renomadas.

A artista era filha de um perfumista, Claude Gérard, sua irmã, Marie-Anne Gérard, foi uma pintora de miniaturas, por isso Marguerite acabou se interessando por arte e pintura. O marido de sua irmã era o pintor Jean-Honoré Fragonard, um dos grandes artista da corrente artística conhecida pelo nome de Rococó, Marguerite Gérard foi treinada nesse estilo artístico.

As Instituições de ensino de arte em Paris se negavam a ensinar mulheres, ou quando faziam isso colocavam um número limitado de mulheres que poderiam estudar nessas escolas de arte. Marguerite Gérard tentou a filiação na Académie royale de peinture et de sculpture mas foi negada. Apesar disso, a artista fez pinturas muito elogiadas e que foram apresentadas no famoso Salão de Paris. A artista tinha interesse nas obras feitas na época da Idade de Ouro Holandesa, um período artístico holandês que abrange artistas como Rembrandt e Johannes Vermeer.

Gérard pintava temas como retratos e pinturas de gênero, uma dessas pinturas é o retrato de Laure Junot, a duquesa de Abrantès.

Laure Junot, duquesa de Abrantès por Marguerite Gérard.

No retrato da duquesa pintado por Marguerite Gérard vemos o estilo artístico do Rococó, ou barroco tardio. A artista pintou a figura de cinco pessoas, a duquesa se encontra sentada usando um vestido azul e tocando um instrumento, no lado esquerdo aparece a figura de um homem em pé e uma criança, o clima parece ser de descontração. Gérard pintou esses personagens num fundo escuro, uma característica do barroco, com um alto detalhamento na obra, por exemplo, a duquesa aparece com o vestido um pouco amarrotado. A paleta de cores escolhida contém o vermelho, azul, cinza, creme.

Uma outra pintura de gênero de Marguerite Gérard se chama Le chat angora:

Le chat angora por Marguerite Gérard.

Le chat angora é uma pintura de gênero com características do estilo artístico do Rococó, como o grande nível de detalhamento, a artista retratou com um grande realismo o vestido da mulher no lado direito mostrando partes amarrotadas, ao lado esquerdo da pintura vemos um gato branco numa posição de pé, aparentemente brincando, ainda no canto esquerdo existe a figura de um cachorro e atrás da porta se encontra uma espécie de criada feliz com as travessuras dos dois pets. No globo prateado aparece refletido a artista, e mais outras duas pessoas que estão ao lado dela. Essa pintura lembra um pouco a obra de Jan Van Eyck conhecida pelo nome de Retrato dos Arnolfini:

Retrato dos Arnolfini por Jan Van Eyck.

Assim como na pintura de Marguerite, Jan Van Eyck também pintou a figura de um pet (um cachorro), atrás do casal se encontra um espelho convexo que está refletindo o ambiente como o globo na pintura de Gérard. A inspiração nas pinturas dos holandeses é muito nítida nas obras de Marguerite Gérard.

As pinturas de gênero que possui características intimistas contendo imagens de pets como gatos e cachorros são um dos temas preferidos de Marguerite Gérard. Uma das pinturas com esse tema de pet é a obra chamada de O almoço do gato:

O almoço do gato por Marguerite Gérard.

Na pintura acima vemos a figura de um gato que está lambendo um prato segurado por uma mulher, na cena também aparece um cachorro. Marguerite retratou um momento intimista, em que um pet é alimentado. O gato que aparece na pintura é grande, peludo, e tricolor; já o cachorro tem pequeno porte.

Retratar animais domésticos numa pintura não é algo novo, os pets aparecem em muitas pinturas famosas, mas aparecer como sendo o tema central de uma obra é raro encontrar.

Além de pintar animais domésticos em cenas do cotidiano, Marguerite Gérard também registrava momentos com a mãe e o bebê, uma de suas pinturas com esse tema se chama Maternidade:

Maternidade por Marguerite Gérard.

Maternidade mostra a figura de quatro pessoas, a mulher que segura o bebê aparece em primeiro plano, mais iluminada, o resto das pessoas estão no escuro, nessa imagem também aparece a figura de um cachorro e dois gatos no canto direito. Essa pintura retrata um momento íntimo entre a mãe e seu bebê. A obra tem características do barroco, como a escolha do fundo escuro, esse tipo de iluminação que geralmente destaca uma só pessoa no meio da cena, além do grande nível de detalhamento.

Uma outra pintura intimista que aparece várias mulheres e crianças num ambiente doméstico se chama Primeiros Passos:

Primeiros Passos, Marguerite Gerard.

Primeiros Passos é uma pintura à óleo sobre tela e que apresenta as mesmas características das obras anteriores de Marguerite Gérard.

Marguerite Gérard foi uma artista reconhecida em vida se igualando à reputação da retratista, Elisabeth Vigée-Lebrun. Uma das pinturas de Gérard acabou sendo adquirida pelo próprio Imperador Napoleão Bonaparte, essa obra se chama Clemência de Napoleão.

Clemência de Napoleão, Marguerite Gérard.

Marguerite Gérard morreu no ano de 1837 em Paris na França.

Compre meus e-Books na Amazon ou leia pelo Kindle Unlimited:

Referências e Imagens:

https://en.wikipedia.org/wiki/Marguerite_Gérard

5 comentários em “Marguerite Gérard, uma grande pintora do Rococó

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.