Maurice Denis, um artista simbolista do Les Nabis

Maurice Denis nasceu no ano de 1870 na região de Granville na França. O artista fez parte do Les Nabis, um grupo de artistas pós-impressionistas e simbolistas. Denis foi um dos idealizadores da filosofia desse grupo. Além de ter contribuído para a estética do movimento impressionista como no fauvismo e até mesmo no cubismo. Maurice Denis também abriu um ateliê de arte sacra.

O artista estudou na escola Lycée Condorcet, onde conheceu Édouard Vuillard e Paul Sérusier, que seriam os futuros membros do grupo Les Nabis. Maurice Denis estudou na Académie Julian e na Escola de Belas Artes também. Denis aprendeu técnicas artísticas no ateliê do artista Jules Joseph Lefebvre, uma das pinturas de Lefebre se chama Vittoria Colonna.

Vittoria Colonna, Jules Joseph Lefebvre.

Apesar de Maurice Denis ter aprendido uma pintura mais formal, como podemos ver na pintura feita por seu mestre, Jules Joseph Lefebvre. O artista se tornou mais idealista do que realista, podemos ver nas pinturas que ele fez no ano de 1889 esse abandono do realismo detalhista. Uma das pinturas feitas nessa época se chama Le mystère catholique:

Le mystère catholique, Maurice Denis.

No ano 1890, Maurice Denis, entrou no grupo Les Nabis. O contato de Denis com Paul Gauguin fez com que o artista se interessasse pela estética pós-impressionista. Na pintura Le mystère catholique vemos características do movimento pós-impressionista, principalmente na utilização de formas mais planas, contornos visíveis, e as cores mais primitivas como o amarelo e o vermelho.

Maurice Denis também pintou obras com a influência do chamado Japonismo. A arte vinda do Japão estava em alta nessa época por causa de uma exposição de xilogravuras japonesas na Escola de Belas
Artes de Paris. O artista fez algumas pinturas com inspiração no Japonismo, a pintura que mais se destaca se chama À noite de setembro:

à noite de setembro, Maurice Denis.

A pintura acima mostra diversas mulheres, as duas que estão em primeiro plano são mulheres orientais. Só o fato de retratar uma cena cotidiana das mulheres já é uma influência do Japonismo, pois nas xilogravuras japonesas apareciam mulheres numa paisagem, e também as mulheres cortesãs eram os temas mais populares entre os artistas japoneses.

O artista escreveu sobre sua nova estética na revista Art et Critique, em seu texto, Maurice disse que as emoções do artista eram muito importantes, que as linhas e contornos das obras mostravam essa emoções. Foi graças à esse artigo que Maurice Denis se torna o porta-voz do grupo Les Nabis.

A morte de Vincent Van Gogh no ano de 1890 foi um verdadeiro choque para muitos artistas e representou um grande momento na história da arte. As pinturas de Maurice Denis sofreram esse impacto. No ano de 1891 surge o movimento literário chamado de simbolismo e o artista utilizou o processo de xilogravura para ilustrar o livro do poeta Paul Verlaine, foi assim que Maurice Denis teve contato com o simbolismo.

Maurice Denis também viu despontar a Art Nouveau e se voltou às artes decorativas aceitando encomendas de trabalho para decoração interior. O artista foi contratado pelo Barão Cochin para fazer painéis decorativos para o escritório do Barão, Denis então pintou o tema da Lenda de St. Hubert.

A lenda de St. Hubert, Maurice Denis.

O artista empreendeu uma viagem à Roma onde conheceu as obras dos renascentistas Rafael e Michelangelo, as obras desses artistas causaram um grande impacto em Maurice Denis, por causa dessa “descoberta” o pintor começou a utilizar essa estética renascentista em suas obras. Maurice Denis mostrou essa influência do renascimento na pintura chamada de gioco del volano:

Gioco del Volano, Maurice Denis. Imagem: Wikipedia.

Nessa pintura podemos perceber as características neoclássicas com a escolha da paleta de cores, o uso dos contrastes e da perspectiva. O artista não pinta mais blocos de cores, ele usa tons para produzir efeitos de contraste e iluminação, os contornos marcantes do pós-impressionismo são abandonados nessa pintura. Gioco del Volano foi concluída no ano de 1900.

Maurice Denis também gostava das pinturas de Paul Cézanne, e assim como muitos artistas das vanguardas artísticas europeias, Cézanne influencia as obras de Denis. Por volta do ano de 1905 a exposição fauvista de Henri Matisse causou uma grande repercussão entre os artistas, inclusive em Maurice Denis. O artista pinta nessa época um dos temas mais populares entre os artistas franceses, o tema As Banhistas:

Petit Palais (Inv. PPP00621, don Sir Joseph Duveen, 1920), Baigneuses à Perros-Guirec, vers 1912, Maurice Denis (1870-1943)

Na pintura acima podemos ver a influência do fauvismo nas obras de Maurice Denis. O artista usou uma paleta de cores vivas e brilhantes, ainda existem traços do pós-impressionismo, mas com essa pintura concluída no ano de 1912, Maurice Denis mostra um estilo de pintura próprio.


O pintor passou a dar aulas na Académie Ranson por volta do ano de 1909, e ensinou os jovens artistas suas teorias artísticas.

No ano de 1943, Maurice Denis sofre um acidente de carro e morre em decorrência dos seus ferimentos.

Compre meu livro na Amazon:

Um comentário em “Maurice Denis, um artista simbolista do Les Nabis

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.