Mestres dos mestres, conheça os professores dos grandes artistas renascentistas (parte 1)

No Renascimento a arte floresceu, diversos artistas surgiram nesta época. Os artistas que conseguiram fazer parte do restrito circulo artístico, possuíam um grande talento e habilidade, mas também tiveram um excelente treinamento, muitos dos artistas da renascença mais famosos frequentaram o estúdio de outros artistas igualmente talentosos aprendendo técnicas de pintura e desenho, até mesmo Leonardo Da Vinci aprendeu com outro artista. Um desses badalados professores da Renascença foi Andrea Del Verrocchio, Giorgione, Andrea del Castagna e Filippo Lippi. Conheça a biografia de alguns desses professores dos grandes renascentistas:

Andrea del Verrocchio

Andrea di Michele di Cione conhecido como Andrea Del Verrocchio, foi um grande artista renascentista sendo o mestre de um dos estúdios mais importantes da Florença. Um de seus alunos mais proeminentes foi Leonardo Da Vinci.

O artista nasceu no ano de 1435 na Florença, seu apelido vem do mestre ourives que o ensinou, Giuliano Verrochi. Não existe muitos registros sobre seu treinamento, alguns especulam que o artista Fra Filippo lippi ensinou pintura à Andrea del Verrocchio, e que Verrocchio aprendeu escultura com o próprio Donatello.

O grande patrono de Andrea del Verrocchio foi Lorenzo Médici. Uma de suas obras conjuntas com o seu aluno mais talentoso e famoso é o Batismo de Cristo, uma pintura concluída pelos dois artistas.

Batismo de Cristo, Andrea del Verrocchio e Leonardo da Vinci.

Essa obra conjunta se encontra hoje em dia na Galeria Uffizi na Florença.

Leonardo da Vinci também pode ter ajudado a pintar uma outra obra atribuída à Verrocchio, Tobias e o Anjo.

Tobias e o Anjo, Andrea Del Verrocchio.

Verrocchio também fazia muitas esculturas e substituiu Donatello quando este morreu.

No final de sua vida, Andrea del Verrocchio se mudou para Veneza para trabalhar numa estátua que ficou conhecida pelo nome de Estátua de Colleone, e se encontra hoje em dia na cidade de Veneza.

Fra Filippo Lippi

Filippo Lippi nasceu no ano de 1406 na cidade da Florença. Lippi é conhecido como o professor do renomado artista renascentista Sandro Botticelli. Filippo Lippi veio de uma família pobre, se tornou órfão quando era criança, foi morar com sua tia, que viu como a única opção para a educação do artista sua entrada no convento. Assim Filippo Lippi se torna um religioso.

Lippi teria visto o trabalho do pioneiro Masaccio tendo gostado muito da pintura feita por Masaccio no interior de alguma igreja. Quando deixou o convento Lippi se dizia frade.

Suas pinturas se tornaram conhecidas pela região e ele consegue o patrocínio da poderosa família Médici. O artista começa a trabalhar para Cosimo Médici e seu filho Pierre. Uma de suas obras que Botticelli se inspirou é a pintura A virgem com o menino e dois anjos:

A Virgem com o menino e dois anjos, Filippo Lippi.

A pintura acima também é conhecida pelo nome de a Lippina. Essa representação se tornou uma espécie de protótipo da Virgem Maria e o menino Jesus, as obras de outros pintores renascentistas seguirão o mesmo modelo de posicionamento e composição feitas por Lippi.

O artista também aceitou trabalhos para a Igreja, a Basílica de Santo Spirito Filippo encomendou um painel para compor o retábulo dessa igreja. Lippi aceitou o pedido confeccionando a pintura chamada de A Virgem com o Menino rodeada de anjos, Santo Frediano e Santo Agostinho.

A Virgem com o Menino rodeada de anjos, Santo Frediano e Santo Agostinho, Felippo Lippi.

Essa pintura faz parte das obras em que o artista pintou diversos personagens, ainda podemos perceber uma característica medieval importante nessa pintura, os personagens humanos são pequenos em relação aos personagens considerados divinos, até mesmo nas figuras divinas aparece uma hierarquia, com o menino Jesus sendo um personagem grande em relação a Virgem Maria.

Uma outra obra encomendada a Lippi por um cardeal chamado Giovanni Maria Vitelleschi, a pintura se chama A Virgem de Tarquinia.

A Virgem de Tarquinia, Flippo Lippi.

Estas duas pinturas tem uma grande influência de Masaccio, um artista que Filippo Lippi admirava muito, Lippi estudava as obras de Masaccio para poder se aperfeiçoar na pintura. Nessa pintura ainda existe um certo problema com o formato da cabeça em relação ao corpo, mas o artista conseguiu fazer um bom contraste dando profundidade em sua obra.

Um outro retábulo encomendado à Lippi que mostra sua evolução nas técnicas de pintura se chama Natividade Mística.

Natividade Mística, Filippo Lippi.

Essa obra foi concluída em 1459 para a Igreja dos Magos, uma capela privada, que ficava no novo palácio dos Médici. Nessa pintura podemos ver que Lippi melhorou sua técnica de claro-escuro, se aperfeiçoou nos tons, podemos ver pelos tecidos que o artista conseguiu imprimir caimento, também existe uma perspectiva, e as figuras parecem ser muito mais proporcionais do que as suas obras no início de sua carreira como artista.

Andrea del Verrocchio e Fra Felippo Lippi são conhecidos como os grandes mestres dos chamados antigos mestres. Mas existem mais outros dois que vão ficar para o próximo post.

Compre meu livro na Amazon:

Um comentário em “Mestres dos mestres, conheça os professores dos grandes artistas renascentistas (parte 1)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.