Arte Digital; jogos, fanart, e arte original

O advento da tecnologia, a invenção de computadores, internet, tablets e smartphones criou uma nova categoria de arte. a chamada arte digital. Esta nova modalidade de arte contemporânea é muito abrangente, inclui a arte em 2D e 3D, e o uso de softwares como o Photoshop, Art Rage, AutoCAD, entre outros. Um dos ramos mais popular e lucrativo da arte digital, é o desenvolvimento de jogos e a criação de animações. E as artes digitais propriamente dita, apenas com imagens e interações; mas sem todos os recursos de um jogo.

Quando os primeiros consoles de jogos chegaram ao mercado, as imagens dos jogos destes consoles eram muito rudimentares e pixeladas. Não havia poder de processamento o suficiente para imagens sofisticadas. Mesmo hoje em dia, um computador precisa de um processador potente e uma placa de vídeo para alguns jogos funcionarem. A classificação de um jogo bom depende de mais coisas além de gráficos, mas podemos citar alguns jogos que unem história imersiva e gráficos.

The Witcher 2 e The Witcher 3

O jogo The Witcher 2: Assassins of Kings foi desenvolvido pela CD Projekt Red e lançado em 2007, possui gráficos bons e uma boa história. Para um jogo lançado há 14 anos seus gráficos e a arte do jogo ainda impressionam. A história e o personagem criados pelo escritor Andrzej Sapkowski foram muito bem adaptadas a um jogo que tem um ambiente medieval.

Reprodução de Witcher 2, por GOG.

A névoa e a paisagem detalhadamente criadas para o jogo fazem uma grande diferença na experiência do jogo. The Witcher 2 é dividido em 3 atos, e o segundo ato depende da escolha do jogador, mas nas duas escolhas você encontrará ambientes bem feitos e encaixados na história. Claro que o nível de detalhamento dos gráficos também dependem da placa de vídeo e processador, mas mesmo em configurações mais baixas o cenário não deixa de ser bonito.

The Witcher 3: Wild Hunt é um dos jogos mais bem elogiados de sua geração, também desenvolvido pela CD Projekt Red, o jogo foi lançado no ano de 2015, também ambientado num cenário medieval que está passando por uma guerra. Assim como o antecessor, The Witcher 3 também tem uma história muito envolvente e cada parte do jogo tem um cenário adequado, desde pântanos, montanhas, cidades, florestas etc.

The Witcher 3: Wild Hunt, divulgação.

Estes dois jogos merecem um destaque e mostram a utilização de arte digital para entretenimento.

Horizon Zero Dawn

Com Aloy como a grande protagonista deste jogo de ação e RPG desenvolvido pela Guerrilla Games, também é um jogo com um dos gráficos mais bonitos da geração. A história acontece num mundo pós apocalíptico, na qual Aloy é a heroína. Horizon Zero Dawn também tem cenários que transitam desde florestas, desertos e montanhas.

Aloy em Horizon Zero Dawn, divulgação.

Este jogo havia sido feito como um jogo exclusivo para o console Playstation 4 mas o sucesso do jogo foi muito grande e ele acabou sendo lançado para PC (computador).

The Last of Us 2

Este jogo foi lançado em 2020 e é considerado um dos melhores jogos do ano, a história de Joel e Ellie (uma das protagonistas do jogo) foi tão bem elaborada que vai ser lançado uma série para a HBO. O jogo tem um gráfico e uma história muito imersiva. O cenário é muito bonito e bem feito.

The last of us 2, divulgação.

The Last of Us 2 foi desenvolvido pela Naughty Dog e envolveu uma equipe bem grande para cuidar de cada detalhe do jogo como gráficos e história.

O jogo é exclusivo para o console Playstation, quem possui este console e puder jogar The Last of Us 2, eu recomendo. A arte deste jogo foi muito bem elaborada, desde a luz dos cenários até a textura das plantas, paredes etc, foi bem desenvolvido e contou com uma grande equipe que trabalhou muito neste jogo.

Fanart e Arte digital original

Outro ramo muito popular da arte digital são as fanarts. Se no passado os artistas dedicavam horas e horas copiando obras de arte dos chamados grandes mestres, os artistas atuais fazem isso com cenas de séries populares.

Uma das séries mais populares neste universo de fanart é Game of Thrones, a série concluída em 2019 ainda rende muitas artes, principalmente da personagem Daenerys Targaryen, Jon Snow e o dragão Drogo. As cenas mais emblemáticas são as preferidas dos fãs que confeccionam fanart.

Fanart feita por mim utilizando pintura à óleo digital.

A arte digital original também é feita por artistas, existem algumas dessas pinturas digitais sendo exibidas até mesmo em museus especializados em exibição de arte digital.

Arte Digital, Pixabay.

Existem as obras digitais feitas nos anos 90, quando a tecnologia ainda não era tão avançada e a internet não era como hoje, onde as coisas são quase eternizadas se forem colocadas online, por causa dos servidores que armazenam estas informações. Por isso existe um esforço no sentido de restaurar artes digitais feitas nesta época, pois as plataformas que reproduziam estas artes não existem mais.

Tem dois sites dedicados à arte digital, o devianart.com e o artstation.com, este último é mais dedicado a oferta de empregos em desenvolvedoras de conteúdo digital como jogos e animações.

Compre meu e-book na Amazon:

2 comentários em “Arte Digital; jogos, fanart, e arte original

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.