Charles Demuth, um grande aquarelista

Charles Henry Buckius Demuth nasceu no ano de 1883 em Lancaster, na Pensilvânia, nos Estados Unidos. O artista fez parte do movimento artístico chamado de Preciosinismo, uma vertente americana do Futurismo que surgiu na Itália. Demuth era um especialista em pintura de aquarela, sendo reconhecido por essa habilidade. Além de fazer parte do movimento artístico do Preciosinismo, o artista também se interessava pelo cubismo.

O Preciosinismo foi um movimento artístico modernista que surgiu nos Estados Unidos na década de 1920. A estética dessa nova corrente artística misturava o cubismo como o futurismo. Esse movimento modernista apareceu como uma reação à industrialização e a mudança da paisagem americana, principalmente em cidades centrais como Nova Iorque.

Demuth vivia com sua família numa casa antiga do século XVIII em Lancaster, local em que permaneceu ligado durante toda a sua vida. O artista estudou na Drexel University e frequentou Academia de Belas Artes da Pensilvânia, onde estudou com William Merritt Chase. O seu professor era um artista impressionista que pintava temas como natureza morta e retratos. Uma das pinturas de Chase se chama Retrato de uma senhora de rosa:

Retrato de uma senhora de rosa

Retrato de uma senhora de rosa é uma pintura de características impressionistas. As pinceladas leves dadas pelo artista, a escolha da paleta de cores rosa e vermelho e da pose da figura representada na pintura demonstram o estilo impressionista.

Charles Demuth foi para Paris em busca de mais ensinamentos sobre arte. Na cidade ele se matriculou nas renomadas instituições Académie Julian e a Académie Colarossi. Nesses lugares o artista teve contato com as correntes modernistas europeias, especialmente o cubismo, o qual Demuth se interessou. Ainda em Paris, Charles Demuth conheceu o fotógrafo Alfred Stieglitz, um propagador dos movimentos artísticos modernistas.

As pinturas de Demuth normalmente eram feitas em aquarela, como The Jazz Singer:

The Jazz Singer

The Jazz Singer mostra uma estética futurista misturada com técnicas de aquarela, essa pintura também tem características cubistas na composição da mulher. O artista fez uma obra com dois planos, o mais destacado é onde aparece a cantora de Jazz, com vestido roxo, e o plano de fundo onde os músicos aparecem de cor marrom.

O artista gostava de pintar usando aquarela, Demuth fez outra obra de arte utilizando esse material, essa pintura se chama The Shooner:

The Shooner

The Shooner é uma pintura em que o artista utiliza formas geométricas, apesar do pouco uso de cores por parte do artista, podemos ver que nessa obra tem formas como triângulos e trapézios. Essa pintura foi feita durante sua estadia na ilha das Bermudas.

Demuth fez diversos desenhos e aquarelas quando passou um tempo na ilha das Bermudas, Árvores e Celeiro.

Árvores e Celeiro

Árvores e Celeiro é uma obra no mesmo estilo da primeira pintura acima. O artista utiliza formas geométricas, mas retrata o tronco de árvores, sua pintura não pode ser classificada como cubista pois não existe a fragmentação da imagem típica do cubismo.

Charles Demuth era homossexual assumido, ele fez uma pintura sobre esse assunto chamada de Banho Turco com Autorretrato:

Banho Turco com Autorretrato

Banho Turco com Autorretrato é uma pintura em aquarela que o artista imprime um estilo próprio. A paleta de cores escolhida é marrom e dourado. Essa é uma obra que Demuth fez com cores mais quentes e vivas, diferente das aquarelas anteriores que possuíam tons frios.

Uma aquarela do artista que possui características futuristas se chama Veleiro em dois movimentos:

Veleiro em dois movimentos

Veleiro em dois movimentos é uma pintura de aquarela futurista porque o artista imprime movimento à imagem retratada, essa obra ainda apresenta formas geométricas, uma influência do cubismo. E uma paleta de cores com tons de azul e amarelo.

Charles Demuth fez parte do movimento artístico do modernismo americano chamado de Preciosinismo, uma pintura do artista que faz parte dessa corrente artística, inclusive representando o movimento preciosinista se chama Aucassiu e Nicolette:

Aucassiu e Nicolette

Aucassiu e Nicolette é uma pintura à óleo que mostra um ambiente que parece ser de uma fábrica ou armazém, algo que remete a crescente industrialização que os Estados Unidos estão passando no começo da década de 1920.

Uma pintura marcante do artista se chama Eu vi a figura 5 em ouro:

Eu vi a figura 5 em ouro

Em Eu vi a figura 5 em ouro, Charles Demuth retrata o número cinco como se estivesse um atrás do outro. Nessa pintura Demuth ensaia uma certa fragmentação cubista, mas é algo que ele não conclui, por isso essa obra possui uma característica própria do artista, que mistura cubismo e futurismo numa mesma imagem.

Charles Demuth morre no ano de 1935 em Lancaster, na Pensilvânia.

Compre meu e-Book na Amazon:

Um comentário em “Charles Demuth, um grande aquarelista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.