Pierre Puvis de Chavannes, um precursor do simbolismo

Pierre Puvis de Chavannes nasceu no ano de 1824 em Lyon na França. O artista foi um grande representante do movimento simbolista europeu, sendo considerado um dos seus precursores. Émile Zola considerava Puvis de Chavannes um artista que produzia uma arte cheia de paixão e vontade. O pintor fazia uma arte que era considerada naturalmente simbolista por isso que Puvis de Chavannes era considerado precursor e ao mesmo tempo um artista simbolista. Suas obras influenciaram toda uma geração de artistas.

O artista começou a estudar técnicas artísticas com o pintor Henry Scheffer e com Thomas Couture. Pierre Puvis de Chavannes chegou até mesmo a estudar com o famoso e renomado artista Eugène Delacroix. Como a pintura simbolista mistura um pouco do Romantismo com o Impressionismo, essa nova corrente artística criada por de Puvis de Chavannes era algo que algum artista faria em algum momento.

Eugène Delacroix pintava uma obra cheia de emoções mas utilizando as técnicas da pintura neoclássica quanto aos traços, cores, proporções e perspectiva. Só estava faltando uma pintura com as mesmas características emocionantes mas com a estética impressionista.

Além disso, os simbolistas, assim como os artistas abstratos pós-impressionistas, buscava um retorno à espiritualidade, e eram contra a filosofia positivista que estava e voga no século XIX. Os artistas desse movimento artístico simbolista também queriam expor os problemas da humanidade. Mas de fato, os artistas que fazem isso são o extremo oposto desse movimento, os realistas.

Podemos ver uma obra de Puvis de Chavannes que mostra toda essa característica simbolista espiritual do artista em Colônia Grega de Marselha.

Colônia Grega de Marselha, Puvis de Chavannes.

Em Colônia Grega de Marselha vemos um grupo de pessoas supostamente da Grécia Antiga, o berço da Civilização Ocidental por causa da democracia, a filosofia grega, os primórdios do capitalismo…uma série de coisas que são as bases da sociedade ocidental hoje em dia, junto com o componente da religião cristã (todas as vertentes). De certa forma, essa pintura pode ser colocada junto com as pinturas pós-impressionistas, pois possui certas características desse tipo de pintura, como a emoção do artista, o fato das figuras humanas serem mais idealizadas do que reais.

Uma outra pintura simbolista com conotação espiritual se chama A Morte e as Garotas.

A Morte e as Garotas, Puvis de Chavannes.

A Morte e as Garotas é uma pintura que retratas seis mulheres com trajes de musas gregas, no canto esquerdo temos a figura da morte caída com sua foice perto das jovens garotas. A estética dessa obra é mais idealista, as musas não são retratadas de forma muito detalhadas, parecem colagens no campo, temos também o fundo escuro, e as garotas aparecem apresentam suas expressões emocionais, estão reagindo ao que está acontecendo a sua volta, algo que era visto na pintura barroca e na romântica de Èugene Delacroix.

Outra pintura importante de Puvis de Chavannes se chama O Sonho.

O Sonho, Puvis de Chavannes.

Em O Sonho temos uma pintura simbolista. O artista retrata um homem dormindo do lado esquerdo da pintura, enquanto na parte de cima a direita temos três musas indo inspirar os sonhos deste homem. Essa obra tem as características místicas do movimento artístico simbolista, pois os elementos nesta pintura representam um símbolo. Puvis de Chavannes se afasta da emoção da pintura romântica ao criar uma obra que tem o intuito de conectar o homem ao mundo espiritual.

Temos outra obra simbolista bem importante de Puvis de Chavannes que recebeu o nome de Esperança.

Esperança, Puvis de Chavannes.

Esperança é uma obra simbolista que mostra uma mulher de branco sentada sobre umas pedras segurando umas folhas num ramo verde. Como essa pintura pertence ao movimento artístico simbolista temos aquelas interpretações subjetivas que algumas pessoas tanto gostam, por exemplo, a mulher está numa paisagem em ruínas, temos algumas plantinhas nascendo no meio das pedras e a jovem de branco segura um desses raminhos de planta. A mulher está usando um vestido branco sinal da esperança de começar tudo novamente. Quanto a estética temos uma pintura pós-impressionista.

Puvis de Chavannes se tornou membro e presidente da Société Nationale des Beaux-Arts, além de revitalizar esse grupo. Até mesmo um prêmio foi criado em seu nome.

Pierre Puvis de Chavannes morreu no ano de 1898.

Referências e Imagens:

https://fr.wikipedia.org/wiki/Pierre_Puvis_de_Chavannes

Compre meu e-Book na Amazon:

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.