George Bellows, um pintor americano aclamado

George Wesley Bellows nasceu no ano de 1882, na cidade de Columbus, no estado de Ohio, nos Estados Unidos da América. O artista faz parte do movimento artístico realista americano. Bellows é considerado um dos artistas mais aclamados de sua geração. O artista era ligado ao famoso pintor da Escola Ashcan Robert Henri e também fez parte do grupo fundado por Henri.

A família de George Bellows era modesta, seu pai era um capitão de navio baleeiro. George começou a demonstrar talento desde criança. Graças a sua habilidade nos esportes, ele conseguiu uma vaga na Universidade de Ohio, Bellows foi incentivado a ter uma carreira como atleta, mas George desejava ser um artista, por isso, decidiu mudar para Nova Iorque, e se matriculou na Escola de Artes de Nova Iorque onde Robert Henri lecionava. Foi assim que Bellows se tornou membro dos “The Eight” e da Escola Ashcan de Robert Henri.

Como um associado da Escola de Ashcan de Robert Henri, George Bellows pintou a obra Moradores de Penhascos.

Moradores de Penhascos, George Bellows. (Wikimedia Commons/Domínio Público)

Em Moradores de Penhascos George Bellows retrata o Lower East Side, um bairro popular que fica na cidade de Nova Iorque, provavelmente é uma cena de um dia de verão, pois todos estão fora de suas casas, e o inverno e outono de Nova Iorque são bem frios. Essa pintura faz parte do movimento realista americano que busca retratar temas sociais, enquanto outros artistas e correntes artísticas estão concentradas em retratar paisagens e vida da mais alta classe social. Como em quase todas as pinturas realistas americanas que mostram muitas pessoas, os rostos não são representados com muitos detalhes, o artista quer passar apenas uma ideia.

Uma outra pintura do mesmo movimento artístico do realismo americano com a mesma temática social se chama Nova Iorque.

Nova Iorque, George Bellows. (Wikimedia Commons/Domínio Público)

Nova Iorque é uma pintura realista americana, Bellows retrata uma multidão de pessoas, num local que parece ser o centro da cidade de Nova Iorque, temos carruagens com cavalos, um bondinho no cenário ao fundo, pessoas passeando no primeiro plano, limpadores de neve, trabalhadores. A estética nessa tela é a mesma da pintura Moradores de Penhasco, as pessoas não estão detalhadas, o cenário é pintado de forma realista embora não apresente nitidez.

Alguns críticos e historiadores consideram as pinturas com a temática de lutas que George Bellows pintou sua grande obra prima e contribuição para arte, uma dessas obras está na imagem abaixo e se chama Dempsey e Firpo:

Dempsey e Firpo, George Bellows. (Wikimedia Commons/Domínio Público)

Dempsey e Firpo é uma pintura que mostra uma luta e possui uma estética igual ao dos artistas realistas americanos como Edward Hopper que mostrava cenas do cotidiano da vida do americano médio. A cena que George Bellows retratou se refere a uma luta de boxe amadora, não é um tipo de tema novo, lutas, sem ser boxe eram comuns, um tipo de esporte que após a Revolução Industrial e a transição da Idade Moderna para a contemporânea se tornaram populares, uma forma do homem extravasar a violência, além é claro de lutar nas guerras e conflitos.

Além de mostrar cenas violentas ou realidades sociais mais cruas e difíceis, George Bellows pintou uma utopia própria que ele chamou de Fantasia de Verão.

Fantasia de Verão, George Bellows. (Wikimedia Commons/Domínio Público)

Fantasia de Verão é uma pintura que aparece mulheres, homens, carrinhos de bebês, cavalos, numa paisagem idílica, iluminada por uma luz do sol dourada. Nessa obra o artista muda de tema de pintura mas sua estética continua a mesma, os elementos retratados continuam sendo pinceladas desfocadas, dessa vez Bellows optou por uma paleta de cores mais paradisíaca, natural, para representar uma cena da natureza.

O artista também retratou trabalhadores fazendo seu ofício assim como os realistas europeus, podemos ver isso em sua obra chamada de Construtores de Barcos.

Construtores de Barcos, George Bellows. (Wikimedia Commons/Domínio Público)

Em Construtores de Barcos, George Bellows retrata trabalhadores executando seu trabalho algo que os realistas europeus consumam retratar em suas telas, mas diferente dos europeus, a obra de Bellows é mais colorida, os trabalhadores não parecem estar sofrendo devido ao sol, ao excesso de trabalho, as expressões faciais de sofrimento não são mostradas. Vemos um céu azul, um clima de verão, temos uma pintura bonita, feliz e colorida, quanto a parte estética.

Os realistas europeus mostravam a parte da desigualdade social através da parte estética da pintura, os realistas americanos utilizavam o significado subjetivo. Na pintura Construtores de Barcos temos três homens em primeiro plano na parte esquerda da pintura, aparentemente eles fazem parte dos imigrantes que chegaram a América no começo do século XX nos Estados Unidos, e eram um pedaço da população que ficava invisível na sociedade.

George Bellows morreu no ano de 1925.

Imagens e Referências:

https://en.wikipedia.org/wiki/George_Bellows

Compre meus e-Books na Amazon ou leia pelo Kindle Unlimited:

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.