Ford Madox Brown, um pré-Rafaelita versátil

Ford Madox Brown nasceu no ano de 1821, em Calais, no Reino da França. O artista fez parte do movimento artístico chamado de pré-Rafaelita, uma corrente artística que buscava a pureza da arte antes do surgimento de Rafael Sanzio e do Maneirismo. Como Brown se casou com uma mulher inglesa, o artista se tornou um cidadão britânico por isso Ford Madox Brown é considerado um pintor britânico do movimento artístico pré-Rafaelita. O artista é conhecido por ser o autor da pintura chamada de Trabalho

O artista estudou arte em diversos lugares como Ghent, Antuérpia e Bruges. Ford Madox Brown viajou para Roma onde se juntou ao movimento nazareno, uma espécie de coorporação de artista que se dedicava a pintar arte cristã arcaica. Esse grupo surgiu como uma reação ao neoclassicismo. Uma das pinturas de Ford Madox Brown que exemplificam esse tipo de movimento se chama Jesus lavando os pés de Pedro.

Jesus lavando os pés de Pedro, Ford Madox Brown.

Jesus lavando os pés de Pedro temos um exemplo de uma pintura religiosa de Ford Madox Brown. Os artistas pré-rafaelitas buscavam uma estética mais emotiva, as figuras humanas possuem expressões faciais, foi assim que Brown retratou Jesus Cristo lavando os pés de Pedro com uma feição humilde, enquanto as pessoas sentadas na mesa olham surpresa esse ato praticado pelo filho de Deus. Apesar dos pré-Rafaelitas serem contra os maneiristas por motivos ideológicos, o artista usa algumas características estéticas do maneirismo como o uso do fundo preto.

O artista também pintou obras bonitas usando sua experiência como um pintor pré-Rafaelita estudado, uma dessas pinturas que se encaixam nessa descrição se chama The Pretty Baa-Lambs.

The Pretty Baa-Lambs, Ford Madox Brown.

The Pretty Baa-Lambs é uma pintura de sua filha Catherine Madox Brown no colo de Emma Hill, na frente de duas ovelhas. Muitas pessoas queriam saber qual era o significado dessa pintura, se havia alguma coisa mais subjetiva nessa obra, e questionavam o artista sobre isso, até que Ford Madox Brown ficou impaciente com essas perguntas e disse que essa obra não tinha nenhum significado oculto e era somente um retrato de sua família.

Muitas vezes a pintura é o que parece ser, as vezes somos nós que vemos significados ocultos. Mas existem os arquétipos que não tem muito a ver com o que o artista pinta intencionalmente, tem mais a ver com a parte do inconsciente coletivo e a psicologia, mas é as teorias de Carl G. Jung que explicam melhor essa parte e não a arte.

Uma das pinturas de Ford Madox Brown mais famosas se chama The Last of England.

The Last of England, Ford Madox Brown.

Em The Last of England o artista faz uma pintura se utilizando como molde ao mostrar dois migrantes deixando a Inglaterra partindo para a Austrália, Brown retrata duas pessoas que estão em trajes polidos, sem nenhum sinal de rasgo, significando que os dois não estão fugindo da fome e do caos, mas que estão empreendendo uma viagem totalmente voluntária. Quanto a estética dessa pintura, ela lembra um pouco as pinturas modernistas americanas em que as figuras humanas são retratadas de um jeito mais idealizado do que realista.

Brwon também é conhecido por sua pintura chamada Trabalho.

Trabalho, Ford Madox Brown.

Trabalho é uma pintura ambiciosa do artista, Brown tenta mostrar a transição do trabalho através do tempo, ele tenta ir da economia rural a urbana. Na pintura vemos vendedores de flores, de moda, de cerveja, um carpinteiro, intelectuais, (até mesmo um cachorrinho vestido com roupa); uma grande variedade de trabalhadores. Essa é uma obra com estética pré-Rafaelita, que privilegia uma concepção mais simples de retratar os elementos na tela, sem muitos detalhes considerados desnecessários pelo artista.

Nessa pintura o artista também buscou mostrar o lado social da era vitoriana na Inglaterra. Como sabemos, na época da Revolução Industrial, a população sofreu muito com a pobreza, trabalho mal remunerado, cidades lotadas, miséria e desigualdade social, embora o artista não retrate essa realidade na pintura acima, a realidade dos trabalhadores não fica melhor com o tempo, ela só muda com muita luta em busca de justiça social no Reino Unido, a partir da Segunda Guerra Mundial e continua até hoje.

Ford Madox Brownn morreu no ano de 1893.

Referências e Imagens:

https://en.wikipedia.org/wiki/Ford_Madox_Brown

Compre meu e-Book na Amazon:

Leitura recomendada do dia, compre o livro na Amazon, clique na imagem abaixo e saiba mais:

O homem e seus símbolos (Carl G. Jung)

2 comentários em “Ford Madox Brown, um pré-Rafaelita versátil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.