Eugène Galien-Lalue e a Belle Époque

Eugène Galien-Laloue nasceu no ano de 1854 em Paris, na França. O artista é um grande especialista em paisagens urbanas. Suas pinturas possuem linhas de contorno finas nas construções da cidade que se mesclam à um ambiente em que as pessoas e as luzes que dão cor e vida a cidade. O pintor consegue criar um ambiente diferente de outros artistas franceses como o impressionista Gustave Caillebotte, Galien mistura o clima acinzentado e nublado com a cidade viva.

O artista fez seu treinamento com Léon Germain Pelouse, um pintor que fazia parte da Escola Barbizon, que seguia a linha da pintura de paisagens. Uma das pinturas de Eugène Galien que mostra uma de suas famosas paisagens urbanas se chama A Praça da Bastilha.

A Praça da Bastilha, Eugène Galien-Laloe.

A Praça da Bastilha é um dos pontos turísticos de Paris, Galien retrata esse lugar num dia chuvoso e cinzento, contrastando com as pessoas que estão caminhando pela praça, alguns com roupas mais alegres, alguns locais estão iluminados, dando um contraste que torna a pintura uma linda obra de arte. Os prédios são traçados com linhas finas e pretas, assim como as ruas, mas o rosto das pessoas na rua são apenas pinceladas redondas, não possuem expressão e nem detalhes.

Seu conhecimento pelos detalhes das construções veio de sua época em que ele lutou na Guerra Franco-Prussiana. Galien também trabalhou na Companhia Ferroviária Nacional Francesa aproveitando para conhecer todos os bairros de Paris e as províncias ao redor da cidade, já que seu ofício envolvia o projeto dos trilhos de trem. Seu tempo aprendendo com Pelousse somado à seus desenhos fizeram com que Eugène Galien desenvolvesse uma grande habilidade na pintura de paisagens urbanas.

Além de pintar cenas noturnas, Eugène Galien-Laloue também pintava cenas diurnas como a obra chamada de Um canto do cassino Vichy.

Um canto do cassino Vichy, Eugène Galien-Laloue.

Um canto do cassino Vichy é uma pintura que pode ser considerada uma cena do final do século XIX e início do XX, antes do começo das duas grandes guerras mundiais, as pessoas viviam numa aparente prosperidade e felicidade. Aqui nessa pintura Galien conseguiu retratar esse clima, num céu azul, com pessoas bem vestidas, com trajes coloridos, as pessoas não possuem expressão facial, são apenas sombras coloridas numa pintura, manchas numa tela, alheias a realidade que viria cobrar seu preço quando a Primeira Guerra se inicasse e a gripe espanhola se espalhasse.

O artista também pintou paisagem urbana na neve diurna como podemos ver em Uma rua movimentada em l’Eglise de St-Germain-des-Prés, Paris.

Uma rua movimentada em l’Eglise de St-Germain-des-Prés, Paris, Eugène Galien-Laloue.

Uma rua movimentada em l’Eglise de St-Germain-des-Prés, Paris foi uma pintura que o artista entre a década de 1910 e 1920. Ele ainda usa esboços com linhas finas que aparecem na pintura, as figuras femininas aparecem com o formato bem esguio, como os croquis de moda nos anos de 1910/20, nessa pintura os carros aparecem como se fossem elementos comuns da paisagem urbana de Paris. É impossível imaginar que apenas alguns anos antes a cidade seria ocupada numa grande guerra.

Eugène Galien era um pintor que tinha que viver de suas obras de arte, e não conhecia colecionadores de arte, diferente de alguns artistas que se aventuraram pelo cubismo, e que após as duas grandes guerras estavam retornando a uma arte mais clássica, Galien sempre teve um estilo próprio, porém harmônico, afazendo pinturas de paisagem urbana.

O artista pode ser colocado como testemunha de uma época relativamente calma, que as pessoas não pensavam que poderia haver algum tipo de catástrofe ou grande conflito que pudesse abalar o mundo, o embrião do nacionalismo e a indignação estava brotando de uma grande insatisfação popular que não aparecia nessas pinturas. Esse período ficou conhecido pelo nome de Belle Époque.

Uma outra pintura que mostra bem o espírito de prosperidade da Belle Époque se chama Porte Saint-Denis.

Porte Saint-Denis, Eugène Galien-Laloue.

A imagem acima mostra uma rua, com pessoas caminhando numa feira ao ar livre, com muita luz, com crianças, pessoas segurando flores, mulheres vestidas elegantemente, apesar do céu nublado e da estação provavelmente ser outono ou inverno, podemos ver que a rua está lotada, ou seja, uma típica cena da Belle Époque. Galien faz uma paisagem urbana com suas impressões, imprime sua realidade na tela, mas não coloca detalhes excessivos nessa pintura.

A pintura abaixo, Boulevard Bonne-Nouvelle, também é uma cena urbana.

Boulevard Bonne-Nouvelle, Eugène Galien-Laloue.

Eugène Galien-Laloue morreu no ano de 19411 deixando como legado o registro de um período importante conhecido como Belle Époque.

Compre meu e-Book na Amazon:

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.