Ernst Ludwig Kirchner e o movimento expressionista alemão

Uma das correntes artísticas modernistas que passaram pela Primeira Guerra Mundial e o pós guerra na República de Weimar foi o expressionismo. Ernst Ludwig Kirchner foi um artista alemão que nasceu no ano de 1880 na cidade de Aschaffenburg que fica na Baviera. O artista fez parte do movimento artístico do expressionismo. Kirschner foi um dos fundadores do Die Brücke, um grupo de artistas expressionistas. Kirchner foi um dos mais importantes artistas do expressionismo.

Kirchner estudou arquitetura na Königliche Technische Hochschule, uma universidade técnica. Foi nesse lugar que o artista conheceu outros estudantes interessados na arte como Fritz Bleyl. O artista também aprendeu técnicas artísticas na Escola Debschitz. Kitrchner fundou o grupo Die Brücke que foi um dos responsáveis pelo desenvolvimento da estética expressionistas.

O artista estudou em Berlim em busca de sucesso artístico, nessa cidade o artista retratava cenas urbanas e pessoas. Uma das influências artísticas nas obras pintadas por Kirchner é o pós-impressionismo e a arte africana primitivista, podemos ver essas características na pintura chamada de Fränzi na frente de uma cadeira esculpida:

Fränzi na frente de uma cadeira esculpida, Kirchner

Na pintura acima podemos ver o uso de linhas pretas no contorno das figuras humanas e objetos, a paleta de cores vivas e consideradas como cores primárias e secundárias. O expressionismo se manifesta na liberdade de expressão dos artistas, o conteúdo é mais importante que a forma, de acordo com o movimento artístico do expressionismo.

O artista também pintava paisagens urbanas como na pintura Gut Staberhof em Fehmarn:

Gut Staberhof em Fehmarn, Ernst Ludwig Kirchner.

Kirchner utilizou um estilo próprio para fazer essa pintura, usou as cores mas primitivas e algumas características do pós-impressionismo, mostrando que no início do século XX, o impressionismo havia sido superado e com o surgimento de novas estéticas artísticas como o expressionismo.

Paul Cézanne foi uma das grandes influências nas novas correntes artísticas que estavam aparecendo, uma das pinturas de Ernst Ludwig Kirchner que mostra isso se chama Naked Playing People:

Naked Playing People, Ermst Ludwig Kirchner.

A pintura acima mostra características da pintura de Paul Cézanne como a obra Banhistas do artista:

Banhistas, Paul Cézanne.

Nessa obra, Banhistas, de Paul Cézanne podemos ver como a pintura influenciou o movimento pós-impressionistas e outras correntes artísticas do século XX, como o cubismo e o expressionismo. Comparando essa pintura Banhistas, com Naked Playing People de Ernst Ludwig Kirchner vemos como foi a evolução da arte no século XX.

Um outro quadro de Kirchner que demonstra o quanto foi influenciado por Paul Cézanne se chama Böhmischer Waldsee:

Böhmischer Waldsee, Ernst Ludwig Kirchner.

Böhmischer Waldsee, que mostra uma paisagem na floresta com um lago ao fundo é uma típica pintura pós-impressionista, com traços simbolistas. Assim como Paul Cézzane, Kirchner pinta figuras humanas alongadas (ao fundo) utiliza uma paleta de cores sintetista. O artista mostra o expressionismo ao não se preocupar com o realismo e pintar de acordo com suas emoções.

Ao longo do tempo, conforme o artista tem contato com as vertentes modernistas, seu estilo de pintura começa a mudar e mostrar uma evolução que resultou em obras com um estilo próprio. A pintura Estação Königstein de Kirchner mostra como sua estética artística estava evoluindo:

Estação Königstein, Ernst Ludwig Kirchner.

A obra acima foi feita no ano de 1916, nessa pintura o artista mostra um estilo próprio que mistura o sintetismo do simbolismo com um embrião surrealismo que surgiria nos anos de 1920. Estação Königstein possui uma paleta de cores que remete às obras de Lautrec, graças a essa escolha de cores, e a forma como o artista retratou a cena mostram um expressionismo misturado com o surrealismo.

Com o início da Primeira Guerra Mundial, Ernst Ludwig Kirchner decidiu se alistar ao exército para lutar na guerra, porém o artista possuía problemas com vício, por isso acabou tendo um colapso mental e foi internado num sanatório. No ano de 1917, o artista se muda para Davos na Suíça.

Kirchner escreveu no seu diário sobre essa ida à Suíça lembrando que uma das maiores influências em sua arte foi o grande artista Vincent Van Gogh. Devido a seus problemas mentais, Ernst Ludwig Kirchner, tinha que se dedicar a uma rotina rígida imposta pelo seu médico.

O artista sofria de depressão que adquiriu após seu período como soldado na Primeira Guerra Mundial, além de paralisia dos membros. Por isso, suas obras feitas após sua participação na guerra apresentam uma grande evolução estética. O artista tinha momentos em que ele melhorava da depressão e voltava a pintar.

Em um desses momentos, Ernst Ludwig Kirchner pintou O Vale de Serting no Outono:

O Vale de Serting no Outono, Ernst Ludwig Kirchner.

O Vale de Serting no Outono apresenta uma estética com cores vivas, pintada no ano de 1925, essa obra mostra que o artista dominava as cores e que havia criado um estilo próprio.

Devido as crises depressivas do artista, Ernst Ludwig Kirchner se suicidou no ano de 1938.

O artista entrou para a história da Arte graças ao seu papel na criação do movimento expressionista.

Compre meu livro na Amazon:

2 comentários em “Ernst Ludwig Kirchner e o movimento expressionista alemão

Deixe uma resposta para Tercer Cajón - Franco Puricelli Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.