Amedeo Modigliani, um vanguardista italiano

Amedeo Clemente Modigliani nasceu no ano de 1884 na região da Itália. O artista italiano fez parte dos movimentos das vanguardas artísticas europeias, no entanto Modigliani não fez parte de uma corrente artística específica tendo formulado um estilo artístico próprio. Modigliani era judeu e parte de uma família burguesa e se mudou para Paris na França onde trabalhou como artista se tornado um dos pintores mais conhecidos nessa época.

O artista possuía uma saúde muito frágil diz a história que ele decidiu ser artista após ter um delírio febril porque estava com febre tifoide, porém Modigliani já havia demonstrado seu interesse para a pintura antes desse episódio. Por ter nascido e vivido na Itália, o artista teve bastante contato com as obras de arte dos antigos mestres italianos. Modigliani estudou técnicas artísticas com o artista Guglielmo Micheli. Uma das pinturas feitas por Micheli se chama Um par de bois brancos:

Um par de bois brancos, Guglielmo Mcheli.

Em Paris, Amadeo Modigliani morou num edifício onde os artistas que não tinham dinheiro viviam, esse lugar se chamava Bateau-Lavoir. Modigliani se tornou um grande artista de retratos, suas pinturas tinham um estilo próprio, como podemos ver no Retrato de Maude Abrantes:

Retrato de Maude Abrantes, Amadeo Modigliani.

Essa pintura foi confeccionada no ano de 1907, nessa obra podemos ver uma mistura de estilos modernistas e pós-impressionistas com o contorno bem delineado do rosto, a utilização das cores mais vivas. Apesar da mulher retratada estar pálida e com o rosto aparentemente cansado, algo que fica mais marcante graças a utilização dos contornos pós-impressionistas.

Outro retrato feito por Modigliani se chama Chaim Soutine.

Chaim Soutine, Amadeo Modigliani.

O retrato de Chaim Soutine mostra o estilo próprio do artista, Madigliani retrata uma figura mais alongada, com características do sintetismo, uma vertente do simbolismo. O artista mostra influências de Paul Gauguin, um pouco das pinceladas usadas no impressionismo.

Uma outra pintura feita por Modigliani que mostra a evolução estética de Amadeo Modigliani se chama Amazona:

Amazona, Amadeo Modigliani.

Essa pintura foi feita no ano de 1909, o artista utilizou características do pós-impressionismo de Paul Gauguin na escolha da paleta de cores e nos traços da Amazona. O uso de cores consideradas mais primitivas como o amarelo faz parte do sintetismo, uma faceta do simbolismo.

Amadeo Modigliani expos suas pinturas em diversas edições do Salon d’automne (Salão de Outono) sendo ofuscado em diversos anos pela pintura cubista que causava polêmicas na época. Apesar do artista ter juntado características de diversas vertentes modernistas, ele recusou o cubismo.

O artista fez um retrato de Pablo Picasso:

Pablo Picasso, Amadeo Modigliani.

Na pintura acima existem traços do movimento simbolista, além de Amadeo Modigliani ter feito uma pintura um pouco mais geométrica do que as suas outras obras, talvez por causa do cubismo de Pablo Picasso.

O artista pintou diversos retrato de vários pintores, um deles foi o retrato do cubista espanhol, Juan Gris:

Juan Gris, Amadeo Modigliani.

O retrato de Juan Gris mostra o estilo único de Amadeo Modigliani que combinou diversas características das vanguardas artísticas europeias, o uso de referências pós-impressionistas é muito marcante nas pinturas feitas por Amadeo Modigliani. O artista pintava figuras bem alongadas como pudemos ver em diversas pinturas de Modigliani.

Além de pintar retratos de outras pessoas, Amadeo Modigliani fez um autorretrato:

Autorretrato, Amadeo Modigliani.

Amadeo Modigliani começou a rejeitar suas primeiras pinturas, destruindo uma parte das obras feitas no início de sua carreira. Por causa disso a maioria das pinturas do artista foram feitas após o ano de 1915.

Assim como alguns artistas, Amadeo Modigliani tinha uma musa chamada Jeanne Hebuterne, a qual o artista chamou de anjo com cara séria. O artista fez um retrato de Jeanne:

Jeanne Hebuterne, Amadeo Modigliani.

A pintura acima foi feita no ano de 1919, Jeanne Hébuterne foi amante de Amadeo Modigliani. A musa de Modigliani era uma das mais retratadas pelo artista. Hébuterne também foi uma pintora.

Amadeo Modigliani seguiu a tendência de outros artistas e também pintou nus artísticos, um dos exemplos de pintura nesse estilo se chama Nu Couché au coussin Bleu:

Nu Couché au coussin Bleu

Nu Couché au coussin Bleu ou Nu reclinado na almofada azul foi uma pintura concluída no ano de 1916, nessa obra o artista se inspirou nos antigos mestres italianos como Ticiano e sua Vênus de Urbino. Na descrição da obra consta que o artista utilizou uma camada bem espessa de tinta, isso mostra outra tendência do artista que foram as esculturas, como a da imagem acima retirada da Wikipedia:

A estátua acima é considerada uma Escultura Moderna.

O artista adotou um estilo de vida boêmio, sempre consumindo álcool, frequentando bares, algo que custou sua saúde, Amadeo Modigliani acabou contraindo tuberculose, uma doença que seria fatal para ele.

No ano de 1920, Amadeo Modigliani morre devido a tuberculose.

Compre meu livro na Amazon:

2 comentários em “Amedeo Modigliani, um vanguardista italiano

Deixe uma resposta para nedhamson Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.