Pérolas de Montesquieu

Como alguém demoniza Hobbes e deixa passar as pérolas do filósofo iluminista Montesquieu? Não entendo. Fica difícil saber se ele está descrevendo uma situação, como Thomas Hobbes, ou se ele está dando uma opinião.

“A lei romana que estabelecia que a acusação de adultério deveria ser pública era admirável para preservar a pureza dos costumes; intimidava as mulheres, intimidava também aqueles que deviam zelar por elas.” 

pokerface

 “Nada preserva melhor os costumes do que uma extrema subordinação dos jovens em relação aos mais velhos.”

Valeu pela dica, não devemos nos subordinar aos mais velhos para evitar “costumes” sem sentido. Lembra quando você discordava da opinião da sua avó* em relação a negros, pobres, homossexuais…? Você não estava sendo desrespeitoso, só quebrou o ciclo dos costumes, e ainda fez do mundo um lugar melhor. Preconceito não é legal, certos costumes também não são.

“A autoridade paterna é ainda muito útil para preservar os costumes.”

Obrigado feminismo e crianças mimadas que sempre desafiam a autoridade “paterna”. moral e bons costumes nem sempre são como diz o nome, ás vezes a moral obriga o pai a casar a filha de 13 anos com um velho de 40 anos, pra filha não cair em desgraça. E em algumas tribos indígenas existe o costume de enterrar bebês deficientes, e tem aquele costume de algumas tribos africanas de mutilar genitálias. E esses dias que eu descobri que na África as viúvas tem que ser purificadas fazendo sexo com estranhos, é um costume.

O livro fica melhor a cada novo capítulo….

“Se, na aristocracia, o povo for virtuoso, gozará mais ou menos da felicidade de um governo popular, e o Estado se tornará poderoso.”

Se o povão se comportar direitinho, os aristocratas serão bonzinhos.

claro

Agora ele começou a falar sobre monarquia, se Hobbes é um absolutista com uma queda pela monarquia… Montesquieu é o que?

“É preciso que as leis favoreçam todo o comércio que a constituição desse governo pode promover; para que os súditos possam, sem definhar, satisfazer às necessidades sempre novas do príncipe e da sua corte.”  Preciso citar a comparação que ele usa entre o príncipe e seus ministros com os anjos?

Ele é mais ou menos sensato quando fala sobre o despotismo e a importância da religião pra sustentar um governo assim. Mas aí ele começa a falar sobre o povo, que ele considera ignorante, emotivo, egoísta e que o governante deve sempre dar um jeito de enganar esse povo, pra poder governar “em paz”.  Diante de tanta bobagem, me sinto na obrigação de fazer um tópico sobre “O Povo”,  pra desmistificar essa ideia de que são só uma “massa de manobra”  sem pensamentos próprios, mas vou usar a psicologia pra falar sobre isso.

*Sem generalizar, tem muitos avós legais.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s